Pilotos lamentam risco de saída da Bélgica do calendário da F1 – Notícia de Fórmula 1 – Grande Prêmio

Enquanto a não confirma seu calendário para a próxima temporada, parte dos pilotos de seu grid temem que o , primeiro pós-férias em agosto, seja o último. Até o dia 28 de agosto, data da prova, talvez já se saiba o futuro de Spa Francochamps, mas a empolgação para a corrida neste ano é acompanhada pela incerteza.

, perguntado sobre qual prova gostaria de manter no calendário entre e Spa Francochamps, foi enfático: “Spa, fácil. Minha mãe é belga, então sou 50% flamengo (dialeto holandês-belga). É tanto uma corrida em casa para mim quanto . Pessoalmente, tenho muito mais conexões, é claro, e amo a pista, cresci na Bélgica e passo tempo lá com a minha família”.

O circuito de Spa passou por diversas reformas visando a melhora da segurança após vários acidentes graves, como do próprio Norris em 2021 e, um pouco mais atrás, a morte de Antoine Hubert em 2019. Curvas incônicas, como a Eau Rouge e Raidillon, foram redesenhadas, com armadilhas de cascalho em vários lugares ao redor do circuito.

Gasly corroborou com as críticas de Norris à saída da Bélgica do calendário (Foto: AlphaTauri)

“Estou animado, diversos espaços ressurgiram, temos uma boa arquibancada nova em Raidillon. Spa é um dos circuitos mais legais da temporada, ficarei triste se sair. Atualmente, muitas coisas são apenas sobre dinheiro, é negócio, e isso é um problema”, falou Lando.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube:  | ▶️ 

O inglês da questionou as escolhas de pista da : enquanto alguns circuitos são intocáveis, outros com uma herança tão forte não são levados em consideração. “É uma corrida histórica, tal como Mônaco, , entre outras. Então, sinto que deveria estar sempre no calendário enquanto a categoria existir”.

Outros pilotos concordam com as críticas de Norris, como e . O mexicano disse que seria uma “grande vergonha” perder Spa no calendário. Já o tetracampeão seguiu a linha, afirmando que é uma pista “incrível” para se pilotar. Durante o fim de semana na Hungria, , tem esperança de que, se de fato a Bélgica sair do calendário, que seja apenas por pouco tempo.

“Pessoalmente, não acho que isso tenha algo a ver com as mudanças ou para melhorar a segurança. Porém, não acredito que Spa ficará fora do calendário por anos. Com certeza, merece estar aqui, é a minha favorita, é incrível para pilotar. Vamos ver o que acontece, mas acho que iremos lá por mais alguns anos”, completou o francês.

Acesse as versões em e do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros e .