Magnussen afasta ideia de rivalidade com Schumacher na Haas – Notícia de Fórmula 1 – Grande Prêmio

aproveitou o bom desempenho da nos GPs da Inglaterra e Áustria para voltar a marcar pontos, mas ao contrário das demais, o dinamarquês chegou atrás do companheiro nas duas corridas. No entanto, ele afastou qualquer ideia de que tivesse ficado chateado com a “derrota caseira”.

Em , Schumacher marcou os seus primeiros pontos na ao cruzar a linha de chegada em oitavo. Magnussen foi o décimo, voltando a figurar entre os dez primeiros desde o . No último domingo, , enquanto Magnussen ficou em oitavo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube:  | ▶️ 

Kevin Magnussen voltou a marcar pontos na Áustria (Foto: Haas F1 Team)

“Ao meu ver, se ele for mais rápido, temos de trabalhar como equipe, e eu não vou bloqueá-lo e prejudicar o time num todo”, garantiu Magnussen. “Estou aqui para ajudar a equipe. Não vim aqui para ganhar o Mundial agora, essa não é a minha posição. Espero que um dia aconteça, mas por enquanto sou um jogador da equipe”, acrescentou.

Os pontos somados nas últimas corridas fizeram Magnussen chegar aos 22 na classificação. Ao todo, a equipe americana soma 34 e aparece em sétimo, ainda distante da , mas com uma ligeira vantagem de sete para a . “Estou muito feliz por termos marcado o dobro de pontos na corrida. E se eu o tivesse bloqueado como um louco, talvez nós dois não teríamos marcado pontos.”

Sobre o desempenho da , o dinamarquês celebrou o bom ritmo, mas sem perder o foco. “Não é perfeito, claro, mas foram dois ótimos finais de semana, duas corridas e pontos em ambas para a equipe. Foram 14 pontos ao todo nesse fim de semana, na sprint e depois na prova principal, o que é ótimo para nós”, concluiu.

Acesse as versões em e do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros e .