06/12/2018 13:08

Quantidade de visualizações: 496

Paulo César Desidério com Gilvan Melo

Com o término de mais um ano, o presidente do Associação Nosso Lar, Herman Cavalari, avaliou os trabalhos desenvolvidos em prol da instituição em 2018. O Lar do Idoso de Tangará da Serra atualmente dá assistência 34 acolhidos e, como de costume, recebeu muito apoio da comunidade tangaraense durante todo o ano. O presidente classificou o ano como proveitoso.

“Nós tivemos aqui um 2018 muito proveitoso, um ano em que nós tivemos grandes realizações, conseguimos tocar o Lar do Idoso graças a contribuição da comunidade, todos os clubes de serviço. Talvez, citar nomes aqui seria até injustiça porque a gente iria esquecer. São muitas pessoas que nos ajudam no Lar do Idoso”, afirmou, ao destacar alguns eventos organizados pela própria casa e outros em prol dela.

“Nós tivemos o Arraiá do Idoso que foi um sucesso, tivemos o Festilar e nós temos várias campanhas que outras entidades fazem, como o Rotary, Maçonaria, Lions, entidades variadas que fazem campanhas e que colaboram com o Lar do Idoso. A gente tem uma avaliação muito positiva e esperamos que para o ano que vem consigamos ter o apoio da comunidade porque ela é o que faz com que o Lar funcione e funcione bem. Sem essas pessoas com essa generosidade com o Lar, seria impossível de tocar o Lar”, completou.

Herman agradeceu o apoio recebido pela população tangaraense e destacou que a situação dos idosos também requer além do apoio financeiro, o carinho e atenção humana.

“Queremos agradecer e esperamos que essas pessoas que contribuíram já em 2018, que continuem a acreditar que nós podemos melhorar um pouquinho mais a vida de cada vozinho que está lá, que nós podemos dar uma qualidade de vida melhor para eles. Essas pessoas não tiveram talvez a oportunidade de ter família, de ter talvez os cuidados. Então, aquilo que nós podemos retribuir é em forma dessa generosidade de cada cidadão tangaraense, cada pessoa que vive aqui na comunidade”, pontuou, ao novamente agradecer a todos e fazer votos de um 2019 tão bom quanto 2018.

“As igrejas também tem contribuído, tanto os evangélicos quanto os católicos, é duro até citar nomes como já tinha falado antes, mas quero agradecer a todos que contribuíram com o lar em nome de toda a diretoria. Esperamos que 2019 seja como 2018, com grandes realizações, grandes sonhos e grandes perspectivas de darmos uma melhor qualidade de vida aos nossos vozinhos. Obrigado a toda a comunidade”, concluiu.