07/11/2018 13:56

Quantidade de visualizações: 635

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Foto: arquivo/Rádio Pioneira

Hoje, 07 de novembro, é o Dia Mundial da Regularização Fundiária. Tangará da Serra ainda tem mais de 5.800 áreas que carecem desta regularização.

A pasta responsável por este serviço é a de Coordenação e Planejamento, que desde setembro deste ano está sob a responsabilidade do Secretário Júlio Cézar Gomes.

Segundo ele, o município tem realizado atividades por meio da Secretaria de Planejamento e pretende avançar no processo. “Nós observamos que existem muitas famílias demandaram já regularização de suas áreas para ter posse sobre a propriedade e estamos trabalhando para atingir a totalidade. Já levantamos todos os bairros que precisam ser regulamentados e já temos toda a métrica do que precisamos ainda”.

Até o final de 2019, o Secretário espera regularizar 50% de todas as áreas em Tangará. “A regularização fundiária é uma tarefa complicada, porque além de ter os mecanismos legais, é preciso que a população tenha interesse em regularizar. Não adianta o prefeito emitir um decreto para tal, se a família que está na área não comparecer para trazer documentos e verificar se existe ou não pagamento de taxas para regularizar a sua situação”, explicou.

Segundo Júlio Cesar, o município iniciará uma grande campanha em 2019 para avançar no processo de regularização. “Vamos iniciar uma campanha bem grande, bem agressiva no ano que vem para avançar. Mas, você que está em uma área que precisa de regularização, fique atento à pasta porque precisamos de sua contribuição para que o processo seja efetivado”.