31/10/2018 07:21

Quantidade de visualizações: 531

Marlenne Maria com Asis Wébio

Foto ilustrativa.

31 de outubro é o dia de Halloween. Conhecido por muitos como ‘o dia das bruxas’, o Festival é celebrado em vários países do mundo, em especial nos Estados Unidos, onde é chamado de Halloween.

O Halloween tem suas raízes não na cultura americana, mas no Reino Unido. Seu nome deriva de "All Hallows' Eve". "Hallow" é um termo antigo para "santo", e "eve" é o mesmo que "véspera". O termo designava, até o século 16, a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, celebrado em 1º de novembro.

A data, atualmente é celebrada também no Brasil, popularizando cada vez mais o costume de ir de porta em porta pedindo doces e até enfeitar as casas com adereços que assustem, ou participar de festas a fantasia.

A origem da festa, entretanto, data de mais de 3 mil anos. Surgiu com o povo Celta que era politeísta. “Eles acreditavam em vários deuses relacionados com animais e as forças da natureza. A festa para eles tinha três dias de duração, iniciando no dia 31”, explicou Walisson Bezerra, proprietário da Escola de Línguas CCAA de Tangará da Serra.

Segundo ele, a festa visava agradecer pela colheita porque a data encerra o verão nos Estados Unidos. “Eles também acreditavam que no dia 31 os mortos se levantavam dos túmulos para se apossar de quem está vivo. Por isso até hoje as fantasias sombrias, para confundir os mortos”, relatou.

Walisson lembrou ainda que muitas pessoas consideram o Halloween como um dia macabro, o dia das bruxas. Segundo ele, esta é uma história distorcida. “Antigamente, os curandeiros eram contrários a algumas regras da Igreja e eles eram considerados bruxos por curar pessoas. E exatamente no dia 31 curandeiros e curandeiras eram queimados vivos. Não é, portanto, o dia das bruxas, e sim o dia que eles queimavam quem consideravam bruxos”, explicou o professor.

Ação beneficente

A comemoração do Halloween no CCAA resultará em uma ação beneficente. Participando de um evento preparado pela escola, os alunos doarão alimentos.“Vamos fazer uma festa para nossos alunos no próximo sábado dia 03 e uma campanha paralela, com doação de alimentos para quem precisa”, relatou Walisson.