26/10/2018 13:04

Quantidade de visualizações: 306

Paulo César Desidério com Asis Wébio

Foto: Ilustrativa

Nesta sexta-feira (26) é comemorado o dia do trabalhador da construção civil. Considerado fundamental para o desenvolvimento dos municípios, o ramo segue movimentado em Tangará da Serra. De acordo com Jaquilini Gomes dos Santos, chefe do departamento de desenvolvimento urbano do município, a cidade apresenta um fluxo considerável na área. Ela salientou a importância de que as construções sejam feitas dentro da legalidade.

“Nós temos em torno de 60 a 70 pedidos de alvará para construção. Isso engloba não só construções novas, mas tem regularização. Às vezes, nós temos obras em Tangará que precisam ser regularizadas, são obras clandestinas, então elas têm que estar incluídas. A gente tem pedidos de reforma, pedidos de ampliação. Então, esse dado de 60 a 70 inclui todas essas modalidades, não apenas construções novas. As obras precisam ser regularizadas. Existem os casos em que as pessoas constroem clandestinamente, sem alvará de construção, sem licença para construir, mas elas têm a opção de fazer a construção da obra para que ela tenha o alvará de construção, o Habite-se dela, para poder fazer a averbação e toda a documentação correta do seu imóvel”, destacou.

Segundo a chefe, desde janeiro até o mês de outubro, a Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) já expediu cerca de 600 alvarás de construção de imóveis no município.
“Estamos tendo bastante regularidade em relação às construções. Então, o pessoal está fazendo tudo bem dentro da lei, com o pedido dos alvarás de construção e por isso estamos tendo essa demanda grande de alvarás de construção. Já temos mais ou menos desde o início do ano em torno de 600 alvarás de construção já emitidos”, disse.

O secretário municipal de planejamento, Julio César Gomes da Silva, exaltou o fato de Tangará da Serra ser aquilo que classificou como ‘canteiro de obras’. Julio frisou que a construção de imóveis, sejam residenciais ou empresariais, acabam por gerar vários postos de trabalho.

“É uma área que ajuda muito a economia da cidade, porque geram muitos empregos. Basta você passear na cidade e vê que ela é um canteiro de obras, todos os bairros têm construções e isso mostra a importância das pessoas que trabalham na construção civil. É importante ressaltar aqui que para a economia é bom gerar emprego, dando uma qualidade melhor de vida para as famílias e também pela arrecadação de impostos que a prefeitura tem mediante esses serviços”, disse, ao parabenizar a todos os trabalhadores da construção civil de Tangará da Serra.