08/10/2018 07:25

Quantidade de visualizações: 180

Rádio Pioneira com Gazeta Digital

Eleito vice-governador pela chapa de Mauro Mendes (DEM), o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), se disse surpreso com a vitória neste domingo (7) uma vez que alguns institutos apontavam para a possibilidade de um 2º turno.

"Eu não esperava que fosse no 1º turno. Nós disputamos com um governador em exercício e um senador em exercício. Não é pouca coisa, foi uma disputa importante. Acho que o povo deu um recado bem dado. A sociedade toda mostrou que quer mudança", disse o pedetista em coletiva.

Com 94% das urnas apuradas, Mauro Mendes liderava com 58,82% dos votos válidos, o que o apontava como escolhido para governar Mato Grosso pelos próximos 4 anos. Em 2º lugar ficou o senador Wellington Fagundes (PR) enquanto o governador Pedro Taques (PSDB), que buscava a releição, terminou a disputa em 3º lugar.

Pivetta afirmou que a partir desta segunda-feira (8), deve começar a planejar e tomar decisões para a transição do governo, mas que Mauro, o "homem da caneta", é quem decide tudo. "O objetivo era fazer uma campanha propositiva e organizada, isso nós fizemos. A sociedade nos agraciou com votos, com o resultado que vimos hoje. Vamos fazer o planejamento estratégico a todo vapor para não perde tempo".

Em âmbito nacional, Pivetta declarou seu voto ao presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL. "Não é fácil podemos ter algumas surpresas ruins, mas nós temos que arriscar. Não podemos mais manter esse faz de conta, essa mesmice", finalizou.