26/09/2018 07:09

Quantidade de visualizações: 172

Paulo César Desidério com Gilvan Melo

Começou na última segunda-feira (24) a 18ª Semana do Surdo em Tangará da Serra. As atividades acontecem em alusão ao dia 26 de setembro, que é considerado o dia nacional do surdo, instituído pela legislação federal. A programação acontece no Centro Municipal de Educação Especial Isoldi Storck.

De acordo com a diretora da instituição, Daniela Lampert, a semana serve para que toda a sociedade reflita mais sobre as necessidades vividas pela comunidade surda.

“É uma semana que a gente tem a oportunidade de estar debatendo temas pertinentes para essa comunidade, temas pertinentes para a inclusão dessas pessoas, como vamos incluir os deficientes auditivos. A língua de sinais é a primeira língua deles. Então, a inclusão desse aluno no mercado de trabalho, na sociedade e nas escolas se dá através da Libras, é onde eles têm a comunicação, através da língua deles, onde a pessoa pode estar interagindo com eles, quando acontece a efetiva inclusão com eles”, afirmou.

A programação reúne alunos, professores, acadêmicos de cursos de licenciatura que participam de debates, palestras e apresentações culturais.

“Nós iniciamos ontem com uma palestra aberta para as famílias e para acadêmicos que participaram também. Nesta terça, vieram duas escolas em que nossos alunos estão incluídos para a apresentação do teatro e na quinta e sexta iremos participar de um evento do IFMT em Campo Novo. Nós fomos convidados para ir lá e estar apresentando o teatro das sombras e vamos apresentar”, conta, ao relatar que as peças são de responsabilidade do grupo formado na instituição, chamado ‘Arte Surdos’, coordenado pelas professoras Joely Siqueira e Nilcimar Marques de Almeida Tayano

Por se tratar de um Centro de Atendimento Educacional Especializado, a instituição tem papel fundamental no aprendizado do público que atende. Os alunos vão para o ensino regular acompanhados por uma intérprete e recebem aprimoramento no conhecimento no contraturno nas instalações da Isoldi Storck.

“É através dessa troca do nosso atendimento com os centros regulares, com os professores, intérpretes e funcionários daqui que acontece a conclusão deles”, destaca Daniela.

18ª da Semana do Surdo é realizada no Centro de Educação Especial Isoldi Storck18ª da Semana do Surdo é realizada no Centro de Educação Especial Isoldi Storck18ª da Semana do Surdo é realizada no Centro de Educação Especial Isoldi Storck18ª da Semana do Surdo é realizada no Centro de Educação Especial Isoldi Storck18ª da Semana do Surdo é realizada no Centro de Educação Especial Isoldi Storck18ª da Semana do Surdo é realizada no Centro de Educação Especial Isoldi Storck