24/09/2018 07:41

Quantidade de visualizações: 147

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Foto: arquivo/ Rádio Pioneira.

A semana que antecede a Conferência será marcada diariamente pela realização de Fóruns Setoriais, reunindo os produtores de cultura. Cada seguimento fará, de forma organizada, sua própria avaliação do Plano Bienal de Cultura de Tangará da Serra, aprovado em 2015.

“Estaremos realizando de forma setorial durante toda a semana várias reuniões na Biblioteca do Centro Cultural, sempre a partir das 19:00. Cada setor fará sua avaliação setorial, pontuando o que foi feito ou não e o que pode ser feito. Vamos pontuar o Plano Municipal de Cultura até o final da gestão do Prefeito Fábio”, destacou Anselmo Parabá, Chefe do Departamento de Cultura do município.

O 1º Fórum Setorial será o das artes cênicas que reúne os profissionais da dança do teatro e do cinema, na 2ª feira dia 24. Já na terça-feira (25), acontece o Fórum Setorial da Música com participação de profissionais do ramo. 4ª-feira (26) se reunirão profissionais da Literatura - incluindo Escritores, Editores e estudantes de Letras. Na 5ª-feira acontece o Fórum Setorial das Artes Visuais, com participação de artistas plásticos e artesãos.E na 6ª-feira se reúne o setor de patrimônio, que compreende cultura material e imaterial. “As culturas tradicionais como CTG, CTN e Capoeira, entre outros discutirão também e pontuarão o que foi feito, o que não foi, o que pode e precisa ser feito”, explicou Parabá.

A Conferência Municipal que acontece no sábado, dia 29 de setembro, das 13:00 às 19:00 no Auditório do Centro Cultural discutirá também outras pautas importantes. Entre estas, a eleição dos Conselheiros Municipais de Política de Cultura para um mandato de dois anos e a Eleição dos delegados que participarão da 4ª Conferência Estadual de Cultura a ser realizada em novembro na capital do estado. “Os delegados representarão o município de Tangará da Serra dentro da conferência do estado. Levaremos para lá propostas de nossa cidade para que sejam discutidas a nível de estado”, ressalta o Chefe do Departamento de Cultura.

Na Conferência será discutida também a Certificação Municipal dos artistas de Tangará. “A certificação municipal estará disponível a partir desta segunda-feira no site da Prefeitura em um link onde os artistas podem fazer sua certificação cumprindo assim uma meta do plano municipal de cultura que coloca este mapeamento da cadeia produtiva da cultura dentro do município. É uma forma de certificarmos quem trabalha com os diversos segmentos dentro da nossa cidade. A ideia é fazer com que nossos governantes olhem com mais carinho para a nossa região”, explicou Anselmo Parabá.