22/09/2018 07:47

Quantidade de visualizações: 2632

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Foto: reprodução.

Com previsão de conclusão da obra e inauguração em janeiro de 2019 será iniciada na próxima semana a construção do prédio do Atacadão no município.

A ordem de início da obra foi assinada nesta semana em reunião realizada nas dependências da Prefeitura Municipal.

De acordo com o Prefeito Fábio Martins Junqueira, a gestão municipal não tem participação na instalação da empresa no município, salvo pela intermediação junto à diretoria da empresa e algumas ações para melhorar a mobilidade urbana na área. “O terreno é próprio deles. Nós só entramos com a aprovação dos projetos. Foi a única participação da Prefeitura. Entraremos, claro, com fornecimento da infraestrutura de água, a rede de energia já está disponibilizada e faremos a abertura de duas ruas de acesso. A área é próxima ao Rancho do Gordo vindo para a Tancredo Neves. A abertura das ruas possibilitará acessibilidade e mobilidade urbana maior na região”, disse.

Junqueira explicou que houve uma extensão no período demandado para implantação da unidade em Tangará da Serra por contingências econômicas da própria empresa. “Nós estivemos em São Paulo em audiência com a diretoria da empresa que nos informou que dependiam de aprovação dos investimentos numa assembleia do Carrefour que aconteceria em Paris em maio deste ano e que a partir desta aprovação se desencadearia a contratação da empresa para a construção. Chegou a ser contratada empresa para elaborar projetos e obter alvarás e chegou a iniciar sondagens geológicas para começar a obra. Mas, por contingências também econômicas o Atacadão fez uma nova chamada para contratação e a empresa da qual é sócio proprietário um empresário de Lucas do Rio Verde que construiu o prédio do Atacadão naquela cidade e recentemente em Barra do Garças, que tem experiência já, se habilitou com preços mais favoráveis em vista de que é uma empresa mato-grossense”.

O gestor municipal ressaltou ainda que a instalação da empresa no município é uma conquista relevante e que deverá influenciar na economia local, baixando inclusive o custo de vida no município. “É uma conquista muito grande para o município, na geração de emprego e renda, redução do valor da cesta básica porque isto repercute no valor da cesta básica em Tangará e consequentemente no custo de vida em nosso município, além de consolidar Tangará como polo regional de desenvolvimento, tendo em vista que o atacadão é um grande fornecedor para o comércio em geral. Municípios ligados a Tangará com asfalto como tantos outros que ainda aguardam vias pavimentadas passarão a efetuar compras aqui porque é muito mais próximo do que ir a Cuiabá”.