17/09/2018 13:27

Quantidade de visualizações: 245

Paulo César Desidério com Asis Wébio

Fotos: Asis Wébio/ Rádio Pioneira

Teve início nesta segunda-feira (17) no anfiteatro do Centro Cultural Pedro Alberto Tayano Filho, a Conferência Municipal de Avaliação e Monitoramento do Plano Municipal de Educação. Ao todo, serão sete dias de discussões envolvendo profissionais da área, gestores e a comunidade tangaraense. A programação acontece nos dias 17, 18, 19, 24, 25, 26 e 27 de setembro, dividida entre o Centro Cultural e o Centro Municipal de Ensino Isoldi Storck.

De acordo com o secretário municipal de educação e cultura, Gilmar Utzig, a conferência visa avaliar dados recentes obtidos pelo município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), traçando um paralelo entre o que está estabelecido no Plano Municipal de Educação, documento no qual estão postas as metas para a educação em Tangará da Serra.
“Hoje inicia essa conferência de avaliação e monitoramento que nós chamamos. O nosso plano municipal vai do ano de 2015 a 2025 e hoje, nessa semana e na semana que vem, estaremos avaliando o triênio 15/16/17, ou seja, o que foi feito até agora, como nós estamos em relação às metas, como nós estamos em relação aos indicadores do Plano Municipal de Educação. São 10 indicadores e cada indicador tem as suas metas e é exatamente isso que estamos avaliando, como nós estamos hoje em relação ao cumprimento dessas metas”, afirmou.

O secretário enfatizou a importância da participação popular nas discussões, seja contribuindo com ideias ou observando os índices e metas do plano de perto.
“É importante a participação não só da comunidade escolar, não só dos diretamente envolvidos do plano municipal, mas também de toda a comunidade externa, para que as pessoas vejam como realmente nós estamos trabalhando. Quais os índices que nós já atingimos ou não, quais os índices que nós deixamos a desejar e especialmente o que tem que ser feito daqui para a frente para que seja cumprido. Então, a comunidade deve participar com opiniões, nas discussões, críticas, com ideias, sugestões, enfim, para que nós consigamos atingir o nosso objetivo ao final do ano de 2025”, disse, ao ressaltar que as atividades são todas abertas à população.

“É aberto à população, a população deve participar, nós convocamos a população para que prestigie e participe, porque isso vai ditar os rumos da educação do nosso município. Muitas vezes nós criticamos, falamos e não nos envolvemos. Então, é um momento da nossa população se envolver também”, concluiu.
Conferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da SerraConferência discute dados e metas para a educação de Tangará da Serra