28/08/2018 07:24

Quantidade de visualizações: 275

Marlenne Maria - da Redação

A premiação para propriedades que se diferenciam nas práticas das demais é uma iniciativa da Famato, em conjunto com o Senar-MT, Sindicatos Rurais e Imea. Desde 2015 a premiação vem sendo concedida anualmente, sempre com temáticas diferenciadas.

Lucélia Avi, Gestora do Núcleo Técnico da Famato explica que o objetivo é dar destaque a quem é referência no campo. “A intenção nossa com este prêmio é premiar propriedades referências no Estado de Mato Grosso, aquela propriedade que faz boas práticas agropecuárias, que faz algo diferente e que possa ser transmitido para os demais produtores aqui no estado de Mato Grosso”, disse ela.

A cada ano o prêmio tem um tema diferente. Em 2018 é Jovens Produtores. “Já tivemos os temas Rentabilidade na Pecuária de Corte, Diversificação nas Atividades e Inovação que foi o último. Este ano, jovens produtores. A intenção do sistema Famato/Senar é identificar realmente como estão estes jovens no campo, se há renovação de produtores, se há dificuldades, quais são as dificuldades que estes jovens enfrentam para serem sucessores dos pais em suas famílias. Queremos entender como isto está para depois desenvolvermos algumas ações aqui no sistema Famato através de cursos e treinamentos. E também mostrar aos demais jovens que é possível fazer sucessão familiar e que é possível um jovem tocar a atividade agropecuária”.

Para participar da premiação é preciso ter até 40 anos completos em 2018, estar vinculados aos proprietários rurais, não precisando ser filhos, mas, serem parentes que façam gestão. Também podem se inscrever proprietários jovens que estejam tocando atividades e fazendo algo diferente. O outro requisito é estar em dia com a contribuição sindical e não ter sido ganhador das edições anteriores do prêmio.

As inscrições permanecerão abertas até 30 de agosto e podem ser feitas no site: www.sistemafamato.org.br/premio. Todo o processo é gratuito. “Chamamos todos os produtores que tem realmente envolvimento de jovens na propriedade rural para se inscreverem até esta data e participarem”, destaca Lucélia.

Ela explica que no ato da inscrição os participantes respondem a um questionário online, o qual será confirmado em visita posterior às propriedades. “Temos lá um questionário que ele demora em média 15 minutos para responder. Faremos uma seleção interna destas propriedades que se inscreveram e faremos uma visita. Então é importante que esta pessoa que se inscrever esteja disponível para nos receber”, explicou.

Após as inscrições, na segunda etapa serão selecionadas 14 propriedades como semifinalistas, considerando 7 regiões no estado, com duas propriedades por região. “Depois disto, sete serão finalistas, ganhadoras de sua região e desta sete teremos duas ganhadoras no estado, que serão aquelas que realmente apresentaram algo diferente”, destaca Lucélia.

Segundo ela, as duas propriedades ganhadoras do prêmio participarão de uma missão técnica junto à Famato. “Além dos troféus, ele recebe esta participação na missão técnica. Nos anos anteriores foram missões técnicas internacionais. Este ano ainda não sabemos par aonde iremos, mas é para conhecer também o que está sendo feito lá fora”.

A premiação acontece no próximo dia 08 de novembro no prédio da Famato em Cuiabá, com a presença dos sete finalistas, que mostrarão o que está sendo feito de diferente em sua propriedade.