28/07/2018 07:51

Quantidade de visualizações: 408

Paulo César Desidério com Asis Wébio

Fotos: Asis Wébio / Rádio Pioneira

Terminou na noite da última quinta-feira (26) a 3ª Copa Tangará de Futebol Society, o charmoso Cinquentinha, que teve como base atletas amadores nascidos em 1968. A disputa foi acirrada, mas na decisão o Litrão desequilibrou e desbancou o time da Aefex/Anhambi pelo placar de 5 a 1, sagrando-se campeão do torneio.

O secretário municipal de esportes, Ademir Anibale, revelou estar feliz com a realização de mais uma competição em Tangará da Serra e exaltou a diversidade na abrangência de faixas etárias nos certames organizados pela secretaria.

“A gente fica feliz de conseguir fazer esse tipo de competição. Foram sete equipes, foram mais de 100 atletas nessa competição, então a gente fica feliz, é interessante. Estamos fazendo competição desde os 7, 8 anos até os 50. Então eu acho que foi um sucesso, foi uma grande final com o Litrão campeão, estamos felizes e convocando o pessoal para a gente também sermos provocados para as competições, as parcerias, o que vier a gente está aceitando, as ideias boas e tal. Pedimos desculpas pelos erros e vamos aprendendo com os erros também”, avaliou.

Anibale, que é goleiro nas horas vagas, perdeu o título e o prêmio individual de goleiro menos vazado. Ele havia sofrido 4 tentos até a decisão. Com mais 5, acabou totalizando 9 e o prêmio acabou ficando com Djalma, da Aefex/Anhambi. A artilharia da competição ficou com Piccoli, que anotou 11 gols.

“Fiquei um pouquinho triste porque perdi na final e na final ainda perdi o troféu de goleiro menos vazado, mas a gente fica feliz pela competição e pelo sucesso. A gente vê todo mundo aqui, famílias como você disse, pessoal envolvido, pessoas que jogam futebol em Tangará há mais de 35 anos”, disse.

Críticas

Alguns dos vereadores do município estiveram no Módulo Esportivo prestigiando a final entre Litrão X Aefex/Anhambi. Recentemente, as ações da secretaria de esportes vêm recebendo críticas por parte dos parlamentares. Durante a entrevista, Ademir respondeu às críticas.

“A gente tem recebido algumas críticas de alguns vereadores e entendemos. Eles sabem e a gente sabe que a demanda é maior que a capacidade que nós temos e nós fazemos aquilo que está dentro da capacidade de realização, tentamos fazer o melhor possível. Mas a gente também precisa de ideias, que as pessoas estejam junto com a gente e a Secretaria de Esportes, eu sempre digo, está de portas abertas para a sociedade, para a Câmara, para todo mundo chegar e dar opinião. Eu aceito as críticas tranquilamente, mas também gosto que quando vem as críticas, que venham as soluções junto, as ideias, que venham viver o sofrimento da gente junto”, afirmou, ao completar dizendo que está desde a década de 80 no esporte de Tangará e agradecer ao prefeito municipal.

“Ninguém hoje na gestão conhece mais as dificuldades e os problemas do esporte do que eu. Portanto, ninguém sofre mais essa deficiência que nós temos hoje que eu. Porque além de secretário, de político, eu sou um apaixonado por esporte e vivo neste meio desde 1985 em Tangará. Nunca saí do esporte e já dediquei a minha vida inteira por isso. Quando tem uma competição dessa que é sucesso, a gente fica feliz. Agradecemos a gestão do prefeito Fábio Junqueira por nos dar a liberdade de fazer esse trabalho aqui”, concluiu.

Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha Tangará: Litrão bate Aefex e é campeão da 3ª Copa Cinquentinha