12/07/2018 13:00

Quantidade de visualizações: 150

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Fotos: Gilvan Melo/Rádio Pioneira

Em contribuição ao evento organizado de forma interdisciplinar pela Unemat, autoridades tangaraenses levaram um panorama sobre a situação da segurança. A partir daí o objetivo é conseguir criar estratégias para amenizar os números considerados elevados.

Participaram do seminário representantes de entidades diversas, entre as quais Secretaria de Saúde, Conselho Tutelar, Bombeiros, SAMU, Direção da Cadeia Feminina e Conselho do Idoso.

Ana Cláudia Terças Trettel, Coordenadora do Curso de Enfermagem da Unemat lembrou que o papel da universidade é, além de formar bons profissionais e fazer pesquisas inovadoras, fazer o trabalho de extensão. “Queremos sempre aproximar a universidade da comunidade e neste caso, dos serviços de saúde e segurança. Este seminário, especialmente, é importante, porque vem tratar da prevenção de acidentes que possam vir a acontecer com crianças, adolescentes e idosos. Poderemos assim, reduzir estes incidentes que aumentam a mortalidade e nós conseguimos contribuir com a qualidade de vida”.

Durante as apresentações, o 1º Tenente Campos Filho, do Corpo de Bombeiros apresentou, a título de contribuição, as estatísticas de atendimentos do Corpo de Bombeiros relacionadas ao trânsito no município. “É louvável esta atitude da coordenação e do curso, no sentido de discutir o trânsito e a saúde da família tangaraense de forma geral”, disse ele.

Em entrevista à Rádio Pioneira, o Tenente destacou a importância da conscientização da comunidade já que há possibilidade de redução dos índices. “É um bordão que temos em nosso meio, que o acidente só acontece quando a prevenção falha. E esta é uma forma de atuar na redução dos altos índices de acidentes. Mas, é preciso que a população seja conscientizada para que faça sua parte”, afirmou.

Paulo Righetto, Coordenador do SAMU, lembrou que também são altos em Tangará os índices de mortes violentas. “É uma iniciativa muito bacana por parte da Unemat que propôs esta discussão. O foco maior é o trânsito, mas foi discutida também a violência já que a taxa de homicídios e feminicídios em Tangará é alta. O objetivo aqui é mostrar para a sociedade como está caótica a situação em especial do nosso trânsito e esperar que saia daqui um fórum de estudos para melhorarmos nossa organização. Já temos tido conversas no setor de segurança pública para encontrar uma solução para melhorar nosso trânsito”, disse ele.

O professor Rafael Fernandes de Marques, integrante do corpo docente da Unemat ressaltou que uma das propostas do seminário é mostrar os reflexos da segurança pública na saúde pública. “Queremos tratar dos mecanismos de prevenção de acidentes e de segurança. Para isso convidamos autoridades para explanar sobre as estratégias adotadas no município, bem como autoridades do setor de saúde. Sabemos que em um acidente de trânsito é envolvido o setor de segurança pública e também da saúde que vai atender aquela vítima”.

Entre os resultados esperados do seminário, está a reprodução para a população, de informações que constam em cartilhas preparadas pelos acadêmicos da Unemat.

​Unemat sediou Seminário Integrado de Segurança e Saúde da Família tangaraense