26/06/2018 07:19

Quantidade de visualizações: 191

Rádio Pioneira com G1/MT

Cuiabá).

Um homem de 31 anos e uma mulher de 30 foram diagnosticados com sarampo, em Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá. São os dois primeiros casos registrados após 19 anos sem notificações da doença, segundo a secretaria estadual de Saúde (SES)

Como o município de Guarantã fica próximo à divisa com os estados do Pará (PA) e Roraima (RR), a Vigilância Epidemiológica investiga se os doentes contraíram o vírus em Mato Grosso ou nos outros estados.

Após as notificações, a SES emitiu um alerta para que os municípios intensifiquem as campanhas de vacinação, especialmente da tríplice viral.

Um comunicado também foi enviado à secretaria estadual de Turismo (Sedtur), para que turistas e visitantes sejam orientados a tomar a vacina antes de vir para o estado, bem como para que os mato-grossenses possam se imunizar antes de viajarem para outros estados.

A vigilância afirma que o sarampo é uma doença viral altamente contagiosa, podendo evoluir com complicações graves e óbitos.

O sarampo é transmitido por meio das secreções expelidas pelo doente ao falar, tossir e espirrar. A vacina tríplice viral é a medida de prevenção mais segura e eficaz contra a doença.