04/06/2018 16:03

Quantidade de visualizações: 226

Paulo César Desidério com Gilvan Melo

Foto: arquivo Pioneira

Por meio de parceria entre a Prefeitura Municipal de Tangará da Serra através da Secretaria Municipal de Saúde com a Universidade de Cuiabá (Unic) campus de Tangará da Serra e o Conselho Regional de Odontologia (CRO), estão sendo realizadas nesta semana atividades alusivas ao dia D de combate ao tabaco e câncer bucal. A data é celebrada em 31 de maio.

De acordo com o coordenador do setor de saúde bucal da secretaria de saúde do município, Ueligton Cordeiro, a atividade visa colaborar com a diminuição de casos da doença em Tangará da Serra.

“A campanha será dos dias 04 a 09 de junho, envolvendo várias atividades no município com objetivo de se destacar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce desse câncer, que apesar de ser menos comum que os demais tipos, é um dos mais agressivos que tem e é causado na maioria dos casos pelo tabagismo, alcoolismo, uso de próteses mal adaptadas, exposição solar também sem proteção, e agora também devido ao HPV, sendo mais comum em mulheres e em jovens”, afirmou.
O coordenador fez um chamamento a toda a população para comparecer ao longo dos cinco dias da campanha para que se façam os diagnósticos. Os casos detectados serão encaminhados para atendimento posterior.

“Durante toda a semana, as equipes de saúde bucal das Unidades de Saúde da Família de Tangará da Serra estarão realizando exames de lesões suspeitas na boca e, quando necessário, os casos serão encaminhados para a avaliação de especialistas e também para exames na faculdade Unic. Qualquer lesão na boca, ferida, caroço, nódulos que não se curem em 15 dias deve ser sempre avaliada por um profissional da saúde, um cirurgião dentista ou um médico para se descartar uma lesão maligna”, completou, ao reforçar a importância do diagnóstico rápido do câncer em suas mais variadas tipologias.

“A comunidade deve procurar sempre, mas nessa semana nós estamos fazendo uma busca ativa do dia 04 a 08 de junho, pedindo que a população compareça nas unidades de saúde da família e também no mutirão que vai ser realizado na região central, para se fazer o diagnóstico de lesões. O câncer de boca diagnosticado de forma precoce tem cura, mas o que sempre acontece é o contrário, o diagnóstico tardio, que dificulta o tratamento e muitas vezes leva a pessoa à morte de forma rápida e muito agressiva”, disse Ueligton.

Um mutirão acontecerá na próxima quarta (06) e sexta-feira (08) na praça da antiga prefeitura, com a realização de exames e orientações à população. Uma palestra também será realizada no auditório da Unic, também na sexta (08), às 08h00, com a presença do dr. Arlindo Burad, patologista bucal do Hospital do Câncer de Mato Grosso, considerado referência nacional no assunto.

“Essa palestra está aberta à toda a população e todos os profissionais da saúde para que compareçam na luta contra esse tipo de câncer. Conto com a presença de toda a população, todos os profissionais. Maiores informações poderão ser obtidas nos postos de saúde de Tangará da Serra e também na Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone 3311-9120”, concluiu.