28/05/2018 11:50

Quantidade de visualizações: 272

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Com a paralisação dos caminhoneiros que hoje completa oito dias, o serviço de transporte coletivo segue interrompido no município.

Entre os reflexos, está a suspensão das aulas no Campus local da Unemat.A deliberação pela paralisação das atividades no campus foi adotada em conjunto pelas coordenações de cursos, Diretoria Político Pedagógica e Reitoria da instituição.

De acordo com a Professora Ana Cláudia, Coordenadora do Curso de Enfermagem da instituição no município, o transporte coletivo é necessidade imperativa para deslocamento dos acadêmicos. Ela explica, entretanto, que as atividades que acontecem em hospitais e unidades de saúde, estão mantidas. “As demais atividades do curso de Enfermagem, como estágios que acontecem em hospitais, estagio supervisionado em unidades de saúde da família, práticas de campo das disciplinas na cidade, ou seja, todas as atividades no perímetro urbano, que não precisam de transporte coletivo foram mantidas. O objetivo é não ter um prejuízo maior no calendário acadêmico”, destacou.

Ainda segundo a coordenadora, novas deliberações são feitas a cada dia. “Todos os dias, divulgamos até às 16:00 um novo informativo. A cada dia iremos deliberando sobre a retomada ou não das aulas, conforme for andando esta mobilização dos caminhoneiros”.

Outras redes de ensino:

Por determinação do Governo de Mato Grosso as aulas na rede estadual estão suspensas nesta segunda-feira. Já na rede municipal, acontecem normalmente, mas sem transporte escolar.

IFMT e UFMT também estão com atividades paralisadas no estado nesta segunda-feira (28).