28/05/2018 07:31

Quantidade de visualizações: 323

Rádio Pioneira com Gazeta Digital

Em pronunciamento ao vivo na noite deste domingo (27) após um dia inteiro de negociações com representantes dos caminhoneiros, o presidente Michel Temer (MDB) anunciou um pacote de 6 medidas para tentar encerrar a greve que já dura 7 dias. A principal delas é a redução de R$ 0,46 no litro do óleo diesel pelo período de 60 dias.

Temer anunciou ainda que vai editar uma Medida Provisória para isenção do eixo suspenso em pedágios de rodovias federais e estaduais em todo o Brasil. "Fizemos nossa parte para atenuar os problemas. As medidas que acabo de anunciar atendem, praticamente, à todas as reivindicações que foram manifestadas", disse o presidente.

De acordo com o Estadão, nquanto falava Michel Temer, foram registrados 'panelaços' em diversas regiões de São Paulo. Leitores relataram protestos na Bela Vista, Lapa e Ipiranga.

"Estou sensibilizando os caminhoneiros, compreendendo suas naturais angústias, tomamos estas medidas por meio do diálogo e a autoridade", afirmou Temer durante o pronunciamento ao ressaltar que as medidas assinadas anteriormente seguem valendo. Entre elas, está o acordo de que não haverá reoneração no setor de transporte rodoviário de carga. Passamos a semana tentando atender às reivindicações.

Confiras as 6 medidas anunciadas por Michel Temer em resposta às reivindicações dos caminhoneiros:

1 - O preço do diesel, redução de R$ 0,46 por litro. Corresponde aos valores do PIS/Cofins e da Cide, somados. Segundo Temer, o governo irá cortar do orçamento, sem prejuízo para a Petrobrás;

2 - O governo recua e vai garantir o congelamento por 60 dias. Depois disso, o reajuste será mensal, de 30 em 30 dias;

3 - Será editada uma Medida Provisória para a isenção de eixo suspenso em praças de pedágios, tanto em rodovias federais, como nacionais;

4 - Medida estabelecendo a tabela mínima de frete, conforme prevista no PL 121, em análise no Congresso;

5 - Não haverá reoneração de folha de pagamento no setor de transporte de carga;

6 - Governo também vai reservar 30% do transporte da carga da Conab para motoristas autônomos.