17/05/2018 07:25

Quantidade de visualizações: 325

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Fotos: Gilvan Melo/Rádio Pioneira

A atividade de integração aconteceu na manhã desta quarta-feira (16), nas dependências da APAE.

Para a Diretora da Escola Especial Raio de Sol, Edylene, a visita ao estabelecimento é sempre importante, em especial para que haja um olhar mais claro em relação ao trabalho desenvolvido lá. “Esta integração entre as escolas é muito importante. Quando se fala em escola da APAE, há desconhecimento. Quando eles chegaram eu disse ‘olha, vocês estão chegando em uma escola, não em um hospital’, relatou ela.

Os alunos visitaram todas as salas e setores da escola, acompanhados de uma coordenadora. Edylene afirmou ainda em entrevista à Rádio Pioneira que as visitas à escola despertam as pessoas para a realidade. “Se você acorda pela manhã entristecido, reclamando da vida, seria interessante neste dia vir aqui ficar comigo por um tempinho. Você ficaria tão feliz e grato a Deus pela sua vida. Temos aqui alunos especiais, comprometidos em vários aspectos, mas são felizes e gratos. Eles têm um limite de aprendizagem, mas aprendem. Tem dificuldades, mas tem empenho. Ficando aqui conosco, você se verá como completo e precisa ser mais pronto para ajudar”.

Segundo a diretora, principalmente quando se trata de adolescentes a integração com os alunos da Escola Raio de Sol é importante. “Aqui temos um ambiente bacana para esta integração. Quero agradecer a Escola 29 de Novembro por trazer estes alunos e que outras escolas venham também conhecer a APAE e conhecer nossos alunos. Gostamos muito de receber visitas aqui. Aqui o atendimento é feito com pessoas preparadas e com muita responsabilidade e comprometimento”.

Durante a visita, os alunos do 29 puderam acompanhar o trabalho de Equoterapia, uma atividade voltada para a saúde. “Hoje é um dos mais importantes atendimentos para desenvolvimento físico e intelectual deles”, explicou Edylene.

Convidando toda a comunidade para visitar o estabelecimento, a diretora pede apenas que a visita seja agendada. “Pode vir sempre, mas às vezes temos atividades fora daqui, então é importante nos informar, porque saímos com eles nos ônibus para ir ao Bosque Municipal ou na Vila Olímpica, por exemplo. Mas na medida do possível estamos aqui todos os dias. Podem vir famílias, outras escolas e a comunidade em geral”.

​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol​Alunos do 29 de Novembro visitam a Escola Especial Raio de Sol