14/05/2018 08:21

Quantidade de visualizações: 258

Paulo César Desidério com Gilvan Melo

Fotos: Gilvan Melo/ Rádio Pioneira

No último sábado (12), ocorreu em Tangará da Serra o dia D de vacinação contra o vírus Influenza, causador da gripe H1N1 e H3N2. Quatro postos de saúde do município tiveram atendimento das 08h00 às 12h00, sendo as Unidades de Saúde da Família (USF’s) da Vila Alta, Santa Isabel, Jardim Presidente e Clínica da Família (Centro).

De acordo com o secretário de Saúde, Itamar Bomfim, até o fechamento do dia D, o público prioritário geral obteve cobertura estimada em 70%. Segundo ele, apenas após os 100% de cobertura do grupo prioritário, outros grupos poderão ser atendidos.

“Nós até na data de hoje já vacinamos mais de 70% do grupo prioritário. Vamos fazer um novo levantamento para ter ideia do que nós já vacinamos, o que falta vacinar ainda e aí vamos esperar que o estado possa enviar mais doses para a gente poder finalizar esse grupo prioritário. Se houver disponibilidade de doses, a gente passa para outros grupos que já solicitaram, entregaram ofício, enviaram requerimento para que possamos estar atendendo depois, num segundo momento”, afirmou.
O secretário argumenta que caso o governo do estado já tivesse disponibilizado as doses que o município deve receber, mais pessoas já teriam sido alcançadas de forma mais rápida. É válido lembrar que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) recebe os lotes do Ministério da Saúde e encaminha as doses para os municípios. Este encaminhamento tem sido feito gradativamente.

“Como nos anos anteriores a gente sempre alcançou a meta dos 100%, esse ano também a gente pretende alcançar. Mas eu vejo que se nós tivéssemos já a disponibilidade das 20 mil doses que a gente precisa, nós já tínhamos encerrado e talvez não precisava nem fazer o dia D, haja vista que a Vigilância Epidemiológica trabalhou muito bem junto com a atenção básica e a gente colocou à disposição dessa sociedade”, completou o secretário.

Conforme dados informados pelo setor de Vigilância Epidemiológica, o detalhamento mostra alcance da vacina de 67,83% em crianças, 103,58% para trabalhadores da saúde, 59,14% em gestantes, 92,74% em puérperas, 90,07% em idosos, 105,40% em professores, 67,67% em pessoas com doenças crônicas, 100% em pessoas privadas de liberdade e 100% a funcionários do sistema prisional. Deste modo, até o último sábado (12), 15.972 pessoas do grupo considerado de risco já haviam sido imunizadas. Crianças entre 6 meses e 5 anos de idade e gestantes seguem sendo os grupos de maior preocupação para a Secretaria Municipal de Saúde.

Tangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o InfluenzaTangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o InfluenzaTangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o InfluenzaTangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o InfluenzaTangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o InfluenzaTangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o InfluenzaTangará: Quase 16 mil pessoas do grupo de risco foram vacinadas contra o Influenza