08/05/2018 13:30

Quantidade de visualizações: 298

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Foto: arquivo/ Rádio Pioneira.

A expectativa é da Coordenadora de Atenção Básica à Saúde em Tangará da Serra, Gicelly Zanata. Questionada pela reportagem da Rádio Pioneira em relação à não realização dos exames, reclamação que feita por muitas mulheres ao departamento de jornalismo da emissora, ela confirmou que de janeiro para cá os exames não estão sendo realizados.

Segundo Gicelly, no próximo dia 10 de maio acontecerá em Cuiabá uma reunião da Comissão Intergestores Bipartite, última etapa para que a empresa contratada pela Prefeitura de Tangará possa iniciar a emissão de laudos.

Ela explicou que esta apresentação já foi feita ao Conselho Municipal de Saúde e à Comissão Intergestores Municipais do Médio Norte. “Agora precisa passar na CIBE que é a Comissão Intergestores Bipartite, que é do estado com todos os municípios do Mato Grosso. Esta empresa precisa ser apresentada para que possa ser colocada no sistema de rastreamento do Câncer, que é onde podemos fazer as requisições e por onde saem os laudos”.

Conforme a coordenadora, assim que a empresa for avaliada na reunião, será liberada para passar pelo sistema, para que possa ser feita a coleta e encaminhamento dos exames para que o laudo seja fornecido. “Vamos organizar algumas atividades para fazer coletas em maior quantidade para que possamos atender toda a população que neste período ficou sem. Gostaríamos que entendessem que algumas coisas não dependem só do município de Tangará da Serra, porque precisamos estar neste sistema para ter validade no sistema de rastreamento do câncer”, destaca Gicelly.

Fila de espera

A Coordenadora destacou ainda que imediatamente após o posicionamento da CIB, as coletas serão reiniciadas. “Pode ser que façamos mutirões, ainda estamos estudando a melhor forma para fazer este atendimento às mulheres que de janeiro para cá não puderam coletar. Fizemos coletas normalmente até dezembro e algumas em janeiro que vamos jogar ainda no sistema”.