25/04/2018 13:54

Quantidade de visualizações: 333

Paulo César Desidério com Gilvan Melo

Três dias. Pouco menos que isso foi tempo suficiente para que acabasse o primeiro lote da vacina contra o vírus Influenza e suas mutações em Tangará da Serra. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o lote continha 7150 doses. O público alvo compareceu às Unidades de Saúde da Família (USF’s) do Munícipio e fez questão de se imunizar. Quem integra o quadro do grupo prioritário e não pôde ir aos postos de saúde deverá aguardar. Isso porque cabe ao Governo do Estado de Mato Grosso, através da Secretaria Estadual de Saúde (SES), distribuir os novos lotes aos municípios.

Juliana Herrero, coordenadora do setor em Tangará da Serra, afirmou que após a confirmação da morte de uma paciente do município por Influenza B, a Secretaria do Estado já havia sido notificada para que novas doses fossem encaminhadas. Até o momento, a SES não deu sequer prazo para envio do novo lote.

"As vacinas em algumas unidades acabaram na segunda-feira mesmo. Em outras unidades ontem ainda tínhamos vacinas e hoje só tínhamos vacinas pela manhã na unidade da Esmeralda. Porém, agora nós não temos mais vacina em nenhuma unidade. A previsão é que até sexta-feira chegue a próxima remessa. Nós vamos comunicar a nossa população para o público alvo poder estar indo procurar a vacina”, disse Juliana à Reportagem da Rádio Pioneira.
Enquanto a vacina não chega, cabe aos tangaraenses tomarem as medidas de precaução, recomendadas pelo Ministério da Saúde. Ir a locais arejados e com boa circulação de ar, lavar periodicamente as mãos com água e sabão e utilizar com frequência álcool gel são as principais delas.