25/04/2018 13:08

Quantidade de visualizações: 203

Rádio Pioneira com Assessoria

A estrutura de uma software house, desenvolvimento de sistemas, linguagens de programação e banco de dados. Instalação, suporte técnico e segurança de rede de computadores. Assistência técnica em hardware, reciclagem, aproveitamento e comercialização de componentes eletrônicos...

A última sexta-feira (20) foi intensa e com grande volume de informações absorvido por seis alunos do curso de Manutenção e Suporte em Informática (MSI) da Escola Técnica Estadual de Tangará da Serra/Secitec.

O grupo, orientado pelo professor José Cardoso, saiu de madrugada rumo a Cuiabá para assistir, ainda pela manhã, a duas apresentações na Intelecto Sistemas (www.intelecto.com.br), empresa com três décadas de tradição em desenvolvimento de sistemas, manutenção de equipamentos, projetos de rede e consultoria em informática.

O diretor-proprietário da Intelecto, Marcos Pegorini, recepcionou o grupo ao lado de profissionais da empresa – Hudson Leite e Maxmilian Bruno – para ministrar palestras ao grupo sobre softwares (como o ‘Intesig’, desenvolvido em linguagem Delphi, direcionado à plataforma Windows) e redes, ações de suporte, além de informações técnicas. Após as apresentações, os visitantes conheceram a estrutura física da empresa, no bairro Consil, na capital.

Usadão

À tarde, o grupo conheceu a Usadão Informática (www.usadaoinformatica.com.br), empresa com cerca de 30 funcionários e 18 anos de atuação no segmento de assistência técnica em hardware. O proprietário, Luiz Roberto Pegorini, idealizou a empresa de forma que também pudesse recuperar peças e componentes e comercializá-los a preços acessíveis. A Usadão fornece placas-mãe, hd’s, placas de memória, placas de rede e vídeo, gabinetes, nobreaks, estabilizadores, tudo restaurado e com garantia.

Localizada no bairro Poção, a Usadão oferece, ainda, monitores, notebooks, impressoras, mouses, teclados, fontes, cabos de rede, filtros de linha e um sem-número de peças e componentes usados e em perfeito estado. Na estrutura ainda há espaço para um pequeno museu com equipamentos de outras ‘eras’ da informática, como os lendários TK-3000 e CP-500, HDs (winchesters) dos anos de 1970, filmadoras, máquinas de datilografia e calculadoras mecânicas e com bobinas, filmadoras, retroprojetores antigos e – não poderia faltar – celulares do tipo Motorolla “tijolo”.

Parceria

Segundo Luiz Roberto Pegorini, a Usadão mantém parceria com a EcoDescarte (www.ecodescarte.com), empresa de reciclagem também localizada no Poção e administrada pelos seus filhos Pedro e Thiago. A parceria proporciona que equipamentos para descarte recebidos e/ou adquiridos pela EcoDescarte sejam primeiramente triados pela Usadão, que adquire da empresa parceira os componentes recuperáveis para comercialização, ao mesmo tempo que encaminha o material inservível.

A EcoDescarte é especializada na gestão de resíduos eletrônicos, lâmpadas e fios, licenciada ambientalmente pelos órgãos competentes. A empresa realiza serviços de coleta agendada, manejo e reciclagem de produtos eletrônicos velhos ou sem condições de uso, encaminhando o material a empresas especializadas. O resultado é duplo: geração de renda e benefício ambiental.

Conhecimento

Segundo o professor José Cardoso, a visita técnica proporcionou um conhecimento precioso aos alunos do MSI. “Eles conheceram o mundo no qual estarão inseridos como profissionais. Visitamos três empresas de tradição e credibilidade na capital e em todo o estado”, finalizou.

​Alunos do MSI/Secitec buscam conhecimento em empresas de Cuiabá​Alunos do MSI/Secitec buscam conhecimento em empresas de Cuiabá​Alunos do MSI/Secitec buscam conhecimento em empresas de Cuiabá​Alunos do MSI/Secitec buscam conhecimento em empresas de Cuiabá