23/04/2018 14:13

Quantidade de visualizações: 339

Paulo César Desidério com Gilvan Melo

Pela segunda vez consecutiva, os atletas do esporte de base tangaraense (idade máxima até 17 anos) conquistaram o título geral da Copa André Maggi, realizada em Sapezal. A 13ª edição da competição teve início na última quinta-feira (19) e terminou no último domingo (22). Os jogos envolveram atletas de 16 municípios de Mato Grosso e Rondônia, que mediram forças nas modalidades do Futsal, Futebol, Handebol, Vôlei, Basquete, Tênis e Natação.

As seleções municipais e escolinhas que representaram Tangará da Serra foram muito bem. De acordo com um dos chefes da delegação, Cléuvis Fontana (Bocão), o desempenho foi excelente. Bocão comemorou os resultados e frisou que para o ano que vem, a meta é manter Tangará competitiva, de preferência, novamente no topo da competição.
“Os resultados foram ótimos. O voleibol trouxe 1º lugar tanto no feminino quanto no masculino. O basquete feminino foi vice-campeão. O handebol feminino ficou no 4º lugar, perdeu na semifinal para a cidade sede. E o futsal feminino perdeu nos pênaltis para a equipe de Rondônia pelo placar de 4 a 2, ficando com o 4º lugar também. Fomos o campeão geral somando os pontos de todas essas colocações e alcançamos o nosso objetivo mais uma vez. Somos o bicampeão geral da Copa André Maggi e esperamos buscar o tricampeonato no próximo ano”, afirmou.
No futebol, a Escolinha do Operário Esporte Clube, comandada por Juscelino Almeida, enviou uma delegação conjunta com o Projeto Esmeralda/Califórnia, coordenado por Ivo Vachin. Além da parceria entre escolinhas tangaraenses, garotos que treinam em uma escolinha de Nortelândia também se juntaram ao elenco que viajou para Sapezal, visando intercâmbio entre os meninos. Os garotos obtiveram o 5º lugar na disputa.

“A equipe do Operário jogou três partidas na cidade de Sapezal. Perdemos duas e empatamos uma, mas não foi desastrosa a competição, até porque a gente visa também socializar mais essa garotada e o futebol acaba ficando praticamente em segundo plano. Claro que o nosso objetivo é sempre ganhar, mas nem sempre a gente ganha, então não tem desespero. A felicidade nossa é estar levando esses garotos para conhecer novas pessoas, novas culturas, que é o importante do Operário Esporte Clube”, disse, ao agradecer aos pais pela confiança em permitir que os garotos viajassem e passassem três dias no município vizinho, aos apoiadores e aos próprios jovens atletas que se doaram em campo.
Luciano Góis (Sasá), treinador do Real Tangará, equipe que foi campeã em 2017, comentou a participação do time na disputa neste ano por meio de seu perfil nas redes sociais. Desta vez, a equipe ficou com o vice-campeonato, derrotada por um conterrâneo, o time da AABB/TTC, comandado por Jedson Zanesco. Sasá também agradeceu a todo apoio recebido de pais, familiares, apoiadores, e do próprio time.

“Quero iniciar agradecendo imensamente a doação de cada guerreiro do Real Tangará em campo na disputa de mais uma edição da Copa André Maggi a cidade de Sapezal. Pelo segundo ano consecutivo o Real Tangara coloca o time na grande final. Ano passado fomos campeões e já neste ano ficamos em Segundo Lugar ao ser derrotado para o também time tangaraense AABB/TTC do meu amigo Jedson Zanesco (...). Além disso, também ficamos felizes porque colaboramos para que Tangará da Serra pelo segundo ano consecutivo conquistasse o troféu de Campeão Geral da competição.”, publicou, ao mencionar que em 14 anos de existência, a escolinha já acumula 80 conquistas.

O técnico campeão do futebol, Jedson Zanesco, celebrou a conquista. Neste ano, a equipe da escolinha de futebol do Tangará Tênis Clube (TTC) e Associação dos Amigos do Banco do Brasil (AABB) levantou o caneco na modalidade. O treinador elogiou a organização e, claro, celebrou a conquista.
“Foi um campeonato muito bem organizado. Pela primeira vez levei a escolinha do TTC/AABB, então a gente fica muito feliz que a gente faz na escolinha. Essa molecada é brilhante, a equipe foi campeã em São Paulo e agora estive em Sapezal conquistando esse título em nossa primeira vez lá. Cinco jogos, cinco vitórias, 17 gols marcados, 1 sofrido e estamos muito felizes. A organização lá é espetacular. Estão de parabéns pela organização”, pontuou Jedson, que também fez questão de agradecer aos apoiadores, pais, familiares e atletas pelo empenho em concretizar a ida dos garotos para Sapezal.
Todas as equipes receberam apoio da Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, por meio da Secretaria Municipal de Esporte. Além disso, as próprias equipes se ajudaram com a divisão de alguns dos gastos, demonstrando união também fora das quadras e campos.

Tangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em SapezalTangará da Serra conquista bicampeonato geral da Copa André Maggi, em Sapezal