23/04/2018 07:17

Quantidade de visualizações: 438

Rádio Pioneira com G1/MT

Mato Grosso deve vacinar 773 mil pessoas contra a gripe. O estado deve receber mais de 850 mil doses da vacina. A campanha começa hoje (23) e vai até o dia 1º de junho. O Dia D de mobilização nacional será 12 de maio.

No entanto, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso disse semana passada que existe a possibilidade de atraso na vacinação contra gripe nos municípios do estado. A SES explicou que recebeu menos de 40% dos lotes que o Ministério da Saúde tem de enviar para atender a demanda.

Segundo o Ministério da Saúde, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa em todo o país nesta semana. A mobilização será realizada pelo Ministério da Saúde, em conjunto com os estados e municípios.

Em Mato Grosso, o público-alvo da campanha é de aproximadamente 773 mil pessoas. Em todo o país, 54,4 milhões de pessoas devem ser vacinadas.

O Ministério da Saúde está assegurando vacina para 100% do público-alvo da campanha.

Grupo prioritário

O grupo prioritário da campanha são pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses aos menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação.

Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

O Ministério da Saúde alerta para que as pessoas se vacinem dentro do prazo da campanha para evitar gripe e seus possíveis agravamentos. É preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir a proteção.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS, (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Tangará da Serra

Em Tangará da serra a vacina está disponível na rede pública de saúde, gratuitamente para a denominada população do grupo prioritário . A coordenadora de Vigilância Epidemiológica Juliana Herrero alerta que os portadores de doenças crônicas devem apresentar prescrição. “Estes portadores precisam levar prescrição médica indicando qual a doença crônica que ele tem para receber a vacina”, disse Juliana.

As doses serão aplicadas em todas as Unidades de Saúde da Família, de segunda à sexta-feira, das 07:30 às 10:30 e das 13:30 às 16:00.

Neste ano, a novidade é a disponibilização da vacina para os professores da rede pública e privada.