16/04/2018 07:29

Quantidade de visualizações: 206

Marlenne Maria com Asis Wébio

A cobrança foi feita na Câmara pela vereadora Sandra Garcia Burali. Ela relatou que recebeu diagnósticos de pacientes que precisam de biopsia para verificar suspeitas levantadas em exames preventivos de colo de útero.

A vereadora cobrou agilidade também na realização dos exames preventivos de colo de útero, que, segundo ela, não são mais oferecidos em todas as unidades de saúde. “Temos alguns postos de saúde que não estão mais realizando o exame. Este é um exame importantíssimo. É o principal exame ginecológico. É impossível não falar de preventivo quando se fala de saúde feminina. Este exame é tido pelos médicos como a principal estratégia para obter o diagnóstico precoce de lesões cancerígenas no colo do útero. Além do câncer do colo do útero existem outros diagnósticos, como alterações causadas pelo HPV, infecções, inflações vaginais e DSTs que não manifestam sintomas exteriores”.

Em relação às biópsias, Sandra Garcia disse que vai conversar com o Secretário de Saúde Itamar Bonfim, pedindo que ele explique à população o que está acontecendo.“Isto precisa ser realizado o mais rápido possível.O exame preventivo de colo de útero é essencial e estamos sabendo que o município passa por dificuldades para realizar esta coleta do preventivo e também da biópsia. Temos alguns diagnósticos em que veio o laudo do preventivo recomendando a biopsia e o município não está conseguindo realizar esta biopsia. Há pacientes preocupadas, que tem suspeita que só pode ser confirmada com a biopsia e o município não está realizando”, afirmou.