11/04/2018 07:20

Quantidade de visualizações: 108

Marlenne Maria com Gilvan Melo

Em torno de 1.300 alunos disputam os jogos em modalidades coletivas e individuais nos centros esportivos do município. A avaliação é tranquila até agora segundo os organizadores.

Nesta segunda semana de competição, as disputas seguem na fase classificatória da Categoria A, que reúne estudantes de 14 a 16 anos. A partir de 16 de abril, estes atletas entram na fase das finais.

Concluídas as disputas entre os atletas da Categoria A, entram em quadra os estudantes mais jovens, da Categoria B, a partir de 07 anos de idade. Eles disputam no coletivo futsal, voleibol, handebol e basquete. No individual vôlei de praia, xadrez, badminton e atletismo.

Avaliando os primeiros dias de jogos, o Secretário Ademir Anibale disse que Tangará precisa aprender a valorizar os atletas. “Ainda não temos muito a visão de que podemos ter atletas ou equipes representando Tangará da Serra em competição brasileira. A Secretaria do Governo do Estado extinguiu os jogos que reuniam seleções das cidades, ficando só os jogos escolares, o que aumenta ainda mais a importância desta competição”, explicou.

Ele voltou a lembrar que o esporte traz lições preciosas. “O esporte sempre é democrático e é uma ferramenta de educação e socialização muito importante. Por isso, temos que, cada vez mais, valorizar estes nossos estudantes. Eu sou pai de atleta e sei o quanto é importante o esporte na vida deles. Os gestores precisam investir cada vez mais no esporte”’.