14/02/2018 13:07

Quantidade de visualizações: 467

Rádio Pioneira com Gazeta Digital

Feriadão de carnaval fechou, até o meio dia desta quarta-feira (14), com 9 mortes nas rodovias estaduais de Mato Grosso, as chamadas MTs.

O último acidente com vítimas foi registrado na segunda-feira (12) de manhã, na MT-423, entre os municípios de Sinop e Cláudia (620 km ao norte de Cuiabá).

Um Gol seguia de Cláudia sentido Sinop, quando em uma curva o motorista perdeu o controle da direção e invadiu a pista contrária, batendo de frente com uma picape, que viajava na direção oposta.

Reprodução/Gazeta Digital

Mãe e filho não resistem e morrem

No Gol seguiam 4 pessoas, o motorista Reginaldo Riguer Machado, a namorada dele, Camila de Oliveira Marques, a irmã gêmea dela, Karina de Oliveira Marques, e o filho de apenas 7 meses, Miguel.

Com o impacto da batida os dois veículos saíram da pista. O Gol ficou completamente destruído. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros que atendeu à ocorrência, o casal que estava na parte da frente do veículo morreu na hora, a irmã que estava no banco traseiro e o filho dela, foram socorridos e encaminhados ao Hospital Regional de Sinop, mas não resistiram e tiveram parada cardíaca.

O motorista da picape sofreu apenas ferimentos leves.

Outro acidente que terminou com a morte de mais 4 pessoas foi registrado durante a madrugada de domingo (11) na MT-316, perímetro urbano de Cocalinho (923 km a Leste de Cuiabá), envolvendo um Pegeout e uma carreta.

Segundo informações da Polícia Militar, o motorista da carreta parou o veículo e estava dormindo dentro, no momento em que o Pegeout colidiu na traseira.

Reprodução/Gazeta Digital

Casal estava voltando de festa

O motorista do Pegeout, Clayton Nascimento Lima e a namorada dele, Daniela Alves, 16, foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

Uma criança de 7 anos e uma mulher, Miriam, que seria a mãe da Daniela e da criança, morreram na hora.

Ainda na tarde de domingo (11), uma servidora pública, identificada como Iacma Sousa, 34, morreu em um capotamento na MT-326, próximo da cidade de Água Boa (730 km ao leste de Cuiabá), onde morava.
Com o capotamento ela foi arremessada para fora do veículo e não resistiu aos ferimentos.

Ainda não há informações precisas sobre a motivação dos acidentes, se foram provocados por infrações ou condições das estradas. Perícia estuda os casos.