10/02/2018 07:13

Quantidade de visualizações: 794

Rádio Pioneira com Assessoria PJC/MT

Um homem considerado líder de uma associação criminosa com atuação interestadual em roubos de caminhões e cargas foi preso pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derrfva), nesta sexta-feira (09).O suspeito, Klebber Lima Ferreira, 28 anos, conhecido por Cowboy, foi localizado na Avenida Júlio Campos, região central de Várzea Grande.

O criminoso tem dois mandados de prisão, um deles pela comarca de Cassilândia (MS) e outro pela Justiça de Pedra Preta (238 km ao Sul de Cuiabá), por envolvimento em roubos de carretas levadas para o Paraguai, onde supostamente eram trocadas por drogas, armas e munições.

No momento da prisão, Kleber estava acompanhado de outros dois homens bastante conhecidos da Polícia Civil. Trata-se de Alison Paulo Mendes Idalino, 24 anos, o “Teka”, e Edimar de Lima Peris, 26. Os dois têm antecedentes criminais por roubos, furtos e receptação.

O suspeito Alison Mendes Idalino é investigado em inquérito policial na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), por suposto envolvimento no roubo de três veículos (Fiat/Strada e duas motocicletas), praticado na companhia do irmão Marcos Idalino, conhecido por “Dois K". Já Edimar consta no sistema mandados de prisão já cumpridos contra ele.

Os três foram detidos em poder de um automóvel Gol Special, cor branca, ano 2001, placas aparentes “JZL-2957”, que estava com várias irregularidades administrativas documentais.

O veículo, apreendido, pertence à Klebber. Dentro do carro foram encontrados uma réplica de pistola (simulacro) e um punhal. Os policiais suspeitam que o trio, experiente em práticas de roubos, preparava-se para nova ação delituosa nesta sexta-feira, sendo interceptado antes, o que frustrou a ação.

Segundo a investigação da Delegacia, o criminoso “Cowboy” vinha agindo, de maneira reiterada, na prática de roubos de caminhões e de cargas, liderando uma célula criminosa especializada. “De forma de sua prisão, nesta data, desarticulou, ao menos temporariamente, essa associação, já que Klebber assumia posição de liderança do grupo”, esclareceu o delegado de Marcelo Martins Torhacs, Adjunto da Derrfva