06/02/2018 07:53

Quantidade de visualizações: 81

Rádio Pioneira com Gazeta Digital

O governador Pedro Taques (PSDB) vai ser candidato à reeleição neste ano tendo Carlos Fávaro (PSD) como candidato a vice. A composição é a mesma que levou Taques à vitória em 2014. Já o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), que estava em crise com Taques, será o candidato ao Senado. A informação é do deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB).

Divulgação

Taques e Fávaro vão reeditar chapa neste ano

De acordo com o deputado, a deliberação foi tomada durante uma reunião na casa de Taques, no Florais do Lagos. Estiveram presentes o deputado federal Nilson Leitão e Marconi Perillo, governador de Goiás, além de outros políticos.

“Houve algumas reuniões, onde selamos essa nova propositura de um novo projeto político. O PSDB hoje tem um candidato a governador, que é o governador Pedro Taques, que vai à reeleição. Nós também temos o nosso futuro senador, Nilson Leitão”, disse Maluf em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta segunda-feira (5).

Ainda de acordo com Maluf, também foi acordada a possibilidade de uma troca entre Nilson Leitão e o ex-governador Jayme Campos (DEM) na disputa à vaga ao Senado. “O Jayme tem um acordo político com o Nilson Leitão. Se o Nilson não se viabilizar, o Jaime manifestou interesse também em disputar uma vaga no Senado”, disse.

Já sobre a outra vaga ao Senado, uma vez que no próximo pleito serão eleitos dois senadores, o deputado Maluf afirmou que a ideia do grupo é ter como candidato o ministro Blairo Maggi (PP) ou o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB).

Divulgação

Acordo mantém Taques e Leitão no mesmo grupo

“Existe esta vaga, que pode ser do Blairo, pode ser do Mauro. Não houve veto a nenhuma dessas duas pessoas. Até porque em alguns momentos o próprio Mauro se diz candidato e em outros não”, afirmou o deputado.

Maluf destacou ainda que “muitas coisas podem acontecer ao longo dos próximos meses” devido à possibilidade de que Maggi seja candidato a vice-presidente. Contudo, assegurou que o grupo político de Taques já se ajeitou.

“Já ajeitamos a casa de forma política, o que acho que seria o primeiro passo, isso o governador já arredondou com seus principais apoiadores: Fávaro, Nilson e Jayme”, concluiu Maluf.