31/01/2018 07:14

Quantidade de visualizações: 447

Marlenne Maria com Guilherme Lustig

Os personagens Jesus, Maria, Maria Madalena e Pilatos são os principais na peça que em Tangará da Serra tem alcançado mais que sucesso na Páscoa - é uma tradição.

A encenação acontece em 2018 já em sua 8ª edição, sempre com grande público. Para este ano, são esperadas mais de 1.500 pessoas para o espetáculo que será encenado na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida na Sexta-feira da Paixão.

O espetáculo vem sendo preparado com muito capricho mais uma vez pelo grupo coordenado pela jovem Keile Martins. Ela atua há 4 anos como atriz na peça e de dois anos para cá assumiu também a coordenação do elenco.

Segundo Keile, os encontros para preparar a peça foram iniciados no dia 16 de janeiro, com um enfoque espiritual. “É preciso primeiro vivenciar a Paixão de Cristo. Hoje somos já mais de 50 pessoas envolvidas no elenco”, explicou.

Os ensaios acontecem na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida nas terças e quintas-feiras às 22:00 e aos domingos depois da missa. O grupo ainda está agregando integrantes para o elenco da peça. “Precisamos tanto de crianças, quanto jovens e adultos, porque a encenação retrata a família, então nosso convite é para pessoas de todas as idades”, ressalta Keile.

Ela contou ainda em entrevista à Pioneira que a encenação da peça vai além de um espetáculo de teatro. “Esperamos sempre com esta encenação, ser um canal de Graça. Passamos sempre para todos os envolvidos que aqueles que estarão assistindo esperam que sejamos o Evangelho em suas vidas. Muitas vezes estas pessoas estão distantes, não tem contato direto com a Igreja. É então um momento para levarmos o amor de Deus ao coração destas pessoas. E temos testemunhos de que muitas curas têm sido realizadas na vida das pessoas com esta encenação”.