20/01/2018 08:09

Quantidade de visualizações: 358

Rádio Pioneira com G1/MT

Mato Grosso registrou 19 casos de ferrugem asiática em plantações de soja voluntária em seis municípios do estado. As informações são do Consórcio Antiferrugem, a parceria público-privada que atua no combate a doença.

Os casos foram detectados entre dezembro de 2017 e janeiro deste ano.

Tangará da Serra, município a 242 km de Cuiabá, registrou o maior número de casos. Ao todo, sete municípios tiveram ocorrências no período analisado. São eles: Campo Verde, Primavera do Leste, Campo Novo do Parecis, Sapezal e Diamantino.

De acordo com o consórcio, o fenômeno as chuvas ocorridas em agosto do ano passado deram nova sobrevida a plantas e propiciaram condições para novos ciclos do fungo.

A situação é considerada "preocupante face à proximidade do plantio da nova safra e da redução de eficiência de muitos fungicidas, incluindo fungicidas do grupo das carboxamidas".

O que é a ferrugem asiática

De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a ferrugem é considerada uma das doenças mais severas que incidem na cultura e pode ocorrer em qualquer estádio fenológico da cultura.

Plantas infectadas apresentam desfolha precoce, comprometendo a formação e o enchimento de vagens, reduzindo o peso final dos grãos.