13/01/2018 07:46

Quantidade de visualizações: 571

Marlenne Maria com Gilvan Melo

foto: Gilvan Melo/Rádio Pioneira

O Cartório Eleitoral começou o ano atendendo em nova sede, na Rua 20, entre a Rua Antônio Hortolani e a Avenida Brasil.

De acordo com Luiz Gustavo Ronco, Chefe da unidade, a mudança para a nova sede trouxe benefícios. “Buscamos um local melhor para atender a população porque estávamos bastante afastados do centro. Agora estamos aqui perto do CISC, na Rua 20, número 53, facilitando porque estamos também mais próximos das agências bancárias e em prédio novo”.

Luiz Gustavo fez um alerta sobre boatos que circulam em relação à necessidade de comparecimento dos eleitores para cadastro biométrico. Segundo ele, a obrigatoriedade está colocada para os eleitores de Cuiabá e Várzea Grande. “Em Cuiabá e Várzea Grande acontece chamamento da população, de todos os eleitores, para coleta de dados biométricos para o cadastro eleitoral. Lá é obrigatório este comparecimento. Aqui em Tangará não há obrigatoriedade de os eleitores comparecerem para fazer qualquer espécie de recadastramento”, afirmou.

Ele explicou em entrevista à Rádio Pioneira que os eleitores tangaraenses que estão com o título em dia continuarão votando normalmente, sem cadastro biométrico. “Aqui teremos votação mista: eleitores que não fizeram cadastro biométrico votarão normalmente como sempre fizeram. E aqueles que comparecerem ao cartório, seja para transferir o título ou fazer primeiro título já vão sendo atendidos com a coleta de seus dados biométricos”.

Segundo Gustavo, o cadastro biométrico em Tangará será feito gradativamente, conforme os eleitores vão comparecendo. “Na capital e em Várzea grande, se o eleitor não for, terá o título cancelado. Isso não acontecerá aqui em Tangará. É importante que isto fique claro. Muitas pessoas que tem até dificuldade de locomoção vem ao cartório sem necessidade em virtude de que houve também boatos em redes sociais sobre cancelamento de benefícios sociais ou multas”, explicou.

Ele destaca que não há nada de verdade no que vem sendo dito em redes sociais. “As multas são só para quem não compareceu em eleições. É importante se informarem antes de vir ao cartório porque estes boatos geram filas desnecessárias. Não há necessidade de recadastramento de títulos em Tangará. Estes boatos são falsos. Quem está votando regularmente continua votando normalmente”, reafirma o Chefe do Cartório.

Transferências

A equipe do Cartório Eleitoral continua atendendo quem tem necessidade de transferir o título para Tangará da Serra ou quem não tem título ainda. “ Quem está com o título de eleitor em dia só precisa comparecer no dia da eleição. Quem está votando normalmente basta comparecer. Aquele eleitor que é de outras cidades e quer fazer a transferência pode vir e os jovens que queiram fazer o primeiro título também estamos atendendo”, explica Gustavo.

Documentos

Para fazer transferência ou solicitar o título de eleitor é preciso apresentar o RG, CPF e comprovante de endereço (só os originais) e homens acima de 18 anos devem levar também comprovante de alistamento militar.

O atendimento no órgão é oferecido das 07:30 às 13:30 de segunda a sexta-feira.