12/01/2018 07:32

Quantidade de visualizações: 222

Marlenne Maria com Gilvan Melo

fotos: Gilvan Melo/Rádio Pioneira

O gerente da Agência local do SEBRAE, Domenico Déri, foi o palestrante na manhã desta quinta-feira (11), quando em torno de 30 novos interessados em se tornarem Microempreendedores Individuais estiveram presentes.

Na palestra são explicados todos os direitos e obrigações, bem como os benefícios de se tornar um microempreendedor individual.

Domenico destaca que entre os benefícios está a possibilidade de participar de licitações públicas. “Tem que ter alguns documentos, mas tendo o MEI pode participar da oferta de serviços ou produtos que a Prefeitura esteja contratando. As mulheres podem, se precisarem ter acesso ao salário maternidade t odos tem direito a auxílio doença e aposentadorias por invalidez ou por idade”, disse.

Ele ressalta que o programa tem como propósito principal propiciar o trabalho formal. “É importante que você que ainda está trabalhando na informalidade nos procure aqui no Sebrae para saber como passar a contribuir com o INSS, como abrir seu CNPJ e como expandir seu negócio. O Microempreendedor Individual é o primeiro passo para quem sabe virar microempresa ou empresa de pequeno porte. Muitos a partir de dois anos passam a ser microempresas. E o SEBRAE está aqui para apoiar esta abertura e formalização e também orientar na gestão destas empresas”.

O processo, segundo Domenico não leva muito tempo. “O processo de formalização é muito rápido. Não há burocracia. Aqueles que assistiram a palestra hoje vão trazer o documento para se formalizar. A demora depende deles. Talvez hoje até o final da tarde já tenham o CNPJ. Abertura ou encerramento da empresa é muito rápido no caso do MEI”.

Para o gerente do SEBRAE a porta oferecida pelo programa é essencial para quem quer abrir o negócio. “Se a pessoa tem uma atividade em que se enquadra como MEI pode abrir a empresa e seguir crescendo e melhorando quando começar a faturar mais”.

Declaração de Faturamento

Quem já está formalizado como MEI precisa se atentar para o prazo que termina em maio de declaração de faturamento. “É preciso declarar o que foi faturado em 2017 para que você possa estar regularizado e emitir as guias para continuar contribuindo com o INSS”.

Quem tiver dúvidas pode procurar o 3311-7400 ou 0800-570-0800 ou diretamente na agência em Tangará da Serra, ou ainda no site: www.sebrae.com.br

A agência de Tangará da Serra atende 14 municípios da região segundo o gerente.

​Programa Microempreendedor Individual foi tema de palestra no SEBRAE Tangará​Programa Microempreendedor Individual foi tema de palestra no SEBRAE Tangará​Programa Microempreendedor Individual foi tema de palestra no SEBRAE Tangará​Programa Microempreendedor Individual foi tema de palestra no SEBRAE Tangará​Programa Microempreendedor Individual foi tema de palestra no SEBRAE Tangará