11/12/2017 07:00

Quantidade de visualizações: 272

Rádio Pioneira com Gazeta Digital

Após ser eleito membro da Executiva Nacional do PSDB, neste sábado (9), o governador de Mato Grosso Pedro Taques somou-se à gestão do novo presidente da sigla, governador Geraldo Alckmin. Sendo assim, também espera poder contar com o tucano paulista "para constuir um futuro mais próspero".

Neste domingo (10), Taques postou foto no Facebook, em página pessoal, anunciando a parceria.

"Em Brasília, me juntei ao PSDB Nacional para aclamar o novo presidente do partido, governador Geraldo Alckmin. Tenho certeza de que teremos apoio para continuar lutando para superar o passado e construir um futuro mais próspero", comentou Taques.

Facebook

Paola, Wilson Santos, Taques, Alckmin, Sales e Max Russi, em Brasília

Alckmin ocupa a vaga deixada pelo governador de Goiás, Marconi Perillo, em clima de crise no "ninho" em nível nacional. A candidatura de Alckmin, que foi inclusive articulada pelo deputado federal de Mato Grosso, Nilson Leitão, presidente estadual do partido, vem com a intenção de abrandar os ânimos internos e unificar os tucanos.

Tasso e Perillo desistem de disputar presidência do PSDB

Também foram à Brasília prestigiar as eleição partidária o secretário de Estado de Cidades, deputado estadual licenciado para o cargo, o tucano Wilson Santos, o ex-governador Rogério Salles (PSDB), de Rondonópolis, a secretária adjunta da Casa Civil, Paola Reis (PSDB) e o secretário-chefe da Casa Civil e deputado licenciado, Max Russi (PSB).