29/11/2017 06:42

Quantidade de visualizações: 939

Marlenne Maria com Gilvan Melo

A Coordenadora de Vigilância Epidemiológica Juliana Herrero confirmou o aumento do número de casos. Há cerca de quatro semanas tem havido muitas internações por causa de diarreia em Tangará da Serra. A média de casos é de 30 a 40 por semana.

Junto à UPA – Unidade de Pronto Atendimento, a reportagem Pioneira confirmou que de cada 10 pacientes, 5 procuram a unidade com os mesmos sintomas nos últimos dias.

Em entrevista à Pioneira, Juliana destacou que estão em andamento as medidas necessárias de investigação em relação ao problema.

Segundo a Coordenadora da Vigilância, ainda está sendo investigada a causa e o meio de transmissão. “Não temos como afirmar qual o tipo de via de transmissão, nem como o tipo de vírus, porque existem várias vias de transmissão de viroses, bem como vários tipos de virose. O que recomendamos são medidas principalmente de higiene”, afirmou.

Ela ressaltou ainda que a medida mais importante a ser adotada para prevenção é a lavagem das mãos.