07/11/2017 07:21

Quantidade de visualizações: 78

Marlenne Maria com Gilvan Melo

A comercialização das vacinas na 2ª etapa nacional da campanha está autorizada desde 1º de novembro e prossegue até o próximo dia 30.

Devem ser vacinados todos os animais de até dois anos dos rebanhos bovino e bubalino. “O produtor precisa adquirir estas vacinas, aplica-las e vir até o INDEA fazer a comunicação”, explica o veterinário do órgão, Dr. Nelson Vicentim.

Com os resultados bastante positivos alcançados em Tangará da Serra na 1ª etapa campanha realizada em maio em deste ano, a expectativa é de 100% de cobertura vacinal neste mês também. “Temos expectativa de que 100% deste rebanho de até dois anos seja vacinado. Pode ser aproveitado, já que serão reunidos os animais, para fazer a vacinação das fêmeas de 3 a 8 meses contra a brucelose”, destacou o veterinário.

Quem não aplica ou não comunica a vacinação junto ao órgão pode ser multado e não consegue retirar as guias para transporte ou comercialização dos animais. “Para que o produtor possa comercializar os animais ele precisa fazer todo o procedimento. As vacinas já chegaram às lojas então cabe ao produtor aplicar a vacina até o final do mês e até o dia 11 de dezembro trazer os documentos para fazer a comunicação aqui junto ao INDEA”, finalizou Dr. Nelson.