17/10/2017 07:59

Quantidade de visualizações: 1158

Marlenne Maria com Franchescolly Gomes

Fotos: Franchescolly Gomes/ Rádio Pioneira

A decisão foi tomada em assembleia geral da categoria realizada na noite desta segunda-feira (16), na sede do Sindicato. Segundo Eduardo Pereira, presidente do SSERP, todas as tentativas de negociação com o Prefeito Municipal foram tentadas.

Na Assembleia ele apresentou aos servidores o resultado da última reunião com o Prefeito Fábio Junqueira, realizada na semana passada. “Apresentamos a proposta que levamos ao Prefeito e repassamos a resposta dele e fizemos os encaminhamentos. A partir de hoje oficializaremos o prefeito sobre o indicativo de greve. Quando se está assim, a qualquer momento convocamos uma assembleia e decretamos a greve informando 72 horas antes. A maioria presente votou pelo indicativo de greve. O que foi decidido aqui, é o que está valendo”, afirma.

A partir de agora, segundo o presidente, o Sindicato mobiliza os servidores, que podem parar a qualquer momento. “Estamos já indo para o final de outubro e ainda não foi concedida a RGA. Tentamos dialogar várias vezes, expondo todo o conjunto de dificuldades que os servidores estão passando. Utilizamos todos os meios através do diálogo e conversas para encontrar uma solução, mas quem decide são os servidores e hoje ficou decidido o indicativo de greve”, explicou Eduardo.

Educação

A presidente da Subsede do Sintep de Tangará da Serra, Francisca Alda de Lima disse em entrevista à Rádio Pioneira que desde maio quando não houve repasse da RGA – Reposição Geral Anual nos salários dos servidores públicos municipais, a cobrança vem acontecendo.

Segundo ela, outros itens também estão sendo cobrados do Executivo Municipal no que diz respeito ao setor de educação, mas o item principal é o repasse da RGA. “A pauta da educação é bem mais extensa, mas a pauta unificada é a RGA. No mês passado foi definido indicativo de greve dos profissionais filiados ao Sintep a partir desta quarta-feira, dia 18. A educação já havia definido e agora os outros servidores estão partindo para a greve também. Está posta uma greve para explodir nos próximos dias. As creches e escolas vão fechar sua s portas. É muito importante os pais procurarem as escolas e creches de seus filhos para ver quem está aderindo”, afirmou.

​Tangará: Servidores Públicos Municipais aprovam indicativo de greve; educação pode parar amanhã​Tangará: Servidores Públicos Municipais aprovam indicativo de greve; educação pode parar amanhã​Tangará: Servidores Públicos Municipais aprovam indicativo de greve; educação pode parar amanhã​Tangará: Servidores Públicos Municipais aprovam indicativo de greve; educação pode parar amanhã