12/10/2017 08:00

Quantidade de visualizações: 3202

Aline Schwaab com Gilvan Melo

Thalysson dos Santos Amorim de 20 anos foi preso no final da tarde desta quarta-feira (11), suspeito de matar um taxista em setembro.

O corpo do taxista Claudionor Alves da Cruz, conhecido como Sabiá, de 56 anos foi encontrado no último dia 28, em um córrego próximo da cidade de Nova Olímpia, com marcas de tiros.

A Polícia Judiciária Civil iniciou as investigações e nesta quarta-feira, juntamente com o Grupo Armado de Resposta Rápida – GARRA, efetuou a prisão de dois suspeitos, sendo um em Tangará da Serra e outro em Nova Marilândia.

Para o delegado responsável pelo caso, Edmar Farias, o suspeito disse que matou a vítima a pauladas e assumiu a autoria do crime.

“O principal suspeito alega que o senhor Claudionor, a vítima, teria molestado a esposa dele. Essa é a afirmação do suspeito, mas estamos apurando ainda as verdadeiras motivações e ainda não chegamos a uma conclusão. Apenas um dos investigados admite a execução do crime. Ele afirma que praticou a morte do senhor Claudionor sozinho, que não teve a participação de ninguém, mas a investigação não está concluída. Os dois têm passagens pela polícia, mas quem confessa o crime é o Thalysson dos Santos Amorim”, disse.

Conforme o delegado, a linha de investigação é de que o crime seja de latrocínio. “Haja vista que desapareceram da vítima o aparelho celular, dinheiro e a corrente de ouro que a vítima usava na ocasião. Foram feitos diversos cruzamentos de informações, pessoas que não quiseram dar os nomes, alguns dados também que foram coletados na cena do crime, vestígios deixados pelo suspeito e que foram coletados pela polícia técnica; todos esses fatores foram aglutinados, o que proporcionou a investigação”, afirmou.

Thalysson dos Santos Amorim foi conduzido à 1ª Delegacia de Polícia Judiciária Civil para as devidas providências e está à disposição da Justiça.

​Tangará: suspeito de matar taxista é preso pela polícia