18/08/2017 13:28

Quantidade de visualizações: 266

Marlenne Maria - da Redação

foto: arquivo Rádio Pioneira

Será a 13ª edição do evento, que começou pequeno e hoje atrai grande número de participantes e de público também. O Zootecnista Sebastião Guedes Maciel, esteve nos estúdios da Pioneira nesta semana, falando em entrevista ao programa Primeira Hora.

Na oportunidade ele lembrou que o torneio leiteiro começou tímido e hoje é uma das grandes atrações da festa. Segundo Maciel, o Sindicato Rural tem investido em melhorias nas instalações no Parque de Exposições. “Estamos fazendo modificações nas instalações para melhorar para os animais, bovinos de corte, equinos e bovinos de leite, para melhorar também para o público que participa do evento”.

Segundo Maciel, os campeões do torneio leiteiro no ano passado já estão colhendo frutos do prêmio “Eles ganharam 5 hectares plantados e colhidos de silagem de milho. 75 cabeças do plantel deles estão recebendo o prêmio no cocho”.

Ele destacou que o torneio leiteiro em Tangará da Serra é diferente do que acontece em outras cidades. Não haverá despesas para os produtores participantes. “Através do Sindicato é doada a silagem gratuitamente, concentrados, dos tratadores ficam à disposição do gado. Teremos prêmios do 1º ao 8º colocado, relacionados ao gado, como cochos, rações, sais minerais, medicamentos, silagem e inclusive um animal e ordenhadeira. E temos aqui as melhores instalações de Mato Grosso”.

Em relação aos cuidados com os animais Maciel ressaltou que haverá veterinário dentro do parque de Exposições, o trabalho dele mesmo como zootecnista e as contribuições de alunos do curso de Agronomia da Unemat e técnicos da EMPAER colaborando. “Temos um grupo de pessoas à disposição dos produtores de leite”.

O Zootecnista ressaltou que a bacia leiteira tem registrado crescimento e melhorias em Tangará da Serra. “A Prefeitura iniciou um trabalho doando e fazendo o trabalho de inseminação e mantém uma escola agrícola e uma fazenda de gado de leite, mostrando como faz para produzir leite com baixo custo”.

Todos os produtores de leite da região podem participar do torneio. O prazo para inscrever-se é até o dia 02 de setembro em função dos exames obrigatórios, de brucelose e tuberculose e o GTA. “Nós fazemos a coleta junto aos animais. Então, quanto mais rápido entrarem em contato conosco melhor. Podem ligar para mim no telefone 99907-6097, que vou tomar todas as providências”, destaca Maciel.

No ano passado foram 15 produtores participando. Neste ano a expectativa dos organizadores é de aumentar o número para pelo menos 20 produtores de leite.

Fazenda Modelo

Maciel destacou que o torneio leiteiro é uma fazenda modelo onde os produtores podem acessar muita informação. “O gado vai estar lá, recebendo a parte nutricional e vai produzir leite porque estará recebendo uma boa alimentação. Ali estará o contato de todos os produtores e teremos uma praça, um show room mostrando o que deve ser feito. A troca de informações entre os produtores é muito grande e isto é muito importante para os integrantes da bacia leiteira”, destaca Maciel.

Ele relatou que no ano passado a vaca vencedora do torneio produziu 28.8 kg de leite. “Já tivemos vacas produzindo 36 quilos de leite aqui em Tangará. Eu gostaria que a produção aumentasse de 5 quilos par 10 ou 15. A média nacional é de 5 quilos por vaca”.

Exposição

Além do gado leiteiro, produtores e público da Exposerra 2017 poderão visitar exposição de ovinos, bovinos de corte, bovinos de leite e equinos em exposição. “É uma bela praça para os produtores comprarem animais geneticamente modificados e conhecer as novidades”, finaliza Maciel.

Contato:

Inscrições para o torneio leiteiro devem ser feitas com Maciel através do telefone 99907-6097.

​Tangará: Torneio Leiteiro será atração na Exposerra 2017; inscrições estão abertas