19/04/2017 14:27

Quantidade de visualizações: 383

Rádio Pioneira com Gazeta Digital

Quatro 'jogadores' são de Vila Rica, onde uma adolescente já se suicidou. (Rafael Trindade/Eldorado FM)

Seis adolescentes e jovens já foram identificados pela Polícia Militar em Mato Grosso como “jogadores” do “Baleia Azul”. Quatro são de Vila Rica, onde uma adolescente já se suicidou, e dois de Confresa. Uma jovem de 22 anos já estaria na fase final do jogo, que termina com a pessoa tirando a própria vida.Conforme informação do comandante da PM de Vila Rica, tenente-coronel Joel Outo, a identificação ocorreu após um trabalho de conscientização feito pela PM nos municípios. Segundo o comandante, na noite de segunda-feira (17) uma jovem de 22 anos foi identificada e estaria na fase final das tarefas impostas pelo curador. “Ficamos a noite toda em conversa com ela, tentando mantê-la, até que o serviço de inteligência da Polícia Civil conseguiu localizá-la”.

Em outro caso, a adolescente identificada estaria com uma estrela de cinco pontas desenhada na perna, que foi feita após receber uma ordem do curador do grupo.

Nos grupos já identificados a polícia encontrou vários números de telefones com DD de Mato Grosso e de vários outros estados. De acordo com a PM, vídeos de suicídios são compartilhados pelos membros no grupo.

O alerta as autoridades de Mato Grosso começou após o suicídio de uma jovem de 16 anos em Vila Rica. Ela foi encontrada no último dia 11 afogada em uma represa do município. Após a ocorrência, a PM de Vila Rica iniciou uma campanha de combate ao incentivo e instigação de suicídios.

De acordo com o comandante Joel Outo, foi possível identificar que os participantes do jogo estão totalmente sob o controle do curador. “Eles se encontram acuados e aterrorizados. Esse curador exerce um controle sobre os participantes indescritível”.

Conforme o comandante, as palestras vao continuar em 11 municípios vizinhos a Vila Rica, com o objetivo de alertar os pais e responsáveis para o perigo que o jogo representa. Além disso, ele explica que nas palestras os jovens também sao orientados a denunciarem caso estejam sofrendo ameaças. “Nós deixamos claro que apesar das ameaças desses curadores, nada vai acontecer com eles, estamos aqui para ajudar”.

Divulgação

O Jogo - O jogo da “Baleia Azul” propõe 50 desafios aos adolescentes e sugere o suicídio como última etapa. No país já há pelo menos três mortes em investigação (Mato Grosso, Minas Gerais e Paraíba). Além disso há uma tentativa de suicídio no Rio de Janeiro, que supostamente pode ter relação com o jogo.