18/04/2017 14:44

Quantidade de visualizações: 584

Aline Schwaab com Heverton Luiz

Os competidores de Mountain Bike – MTB Franciele Almeida, Fernando Raia, Marcelo Crestani, Marcelo Crestani Filho e Aparecida Martins de Tangará da Serra participarão nos dias 21, 22 e 23 de abril do Suba 100 MTB em Santa Teresinha na Bahia, representando o município no ciclismo.

Em entrevista à Pioneira, Franciele Almeida, que é competidora há cerca de um ano, destacou que o ciclismo mudou sua vida e falou ainda de outras competições que já participou. “O ciclismo vem crescendo cada vez mais, desde o ano passado ganhou uma proporção muito grande e acredito que esse ano será ainda maior. Eu participo do Mountain Bike – MTB que é estrada, trilha e o último desafio que eu participei foi em Lucas do Rio Verde de 200 km há mais ou menos um mês, consegui cumprir o desafio em 7h14min, fui a primeira mulher a chegar; cheguei junto com os meninos, no geral em quarto lugar. Nesse ano eu vou participar menos de competições no Mato Grosso dando prioridade para as competições nacionais, para pegar uma bagagem maior”.

O Suba 100 Milhas é o primeiro Challenge de MTB realizado na Bahia, em um cenário, único os Inselbergs, formações rochosas encontradas na região de Santa Teresinha as "ilhas terrestres" como gostam de ser chamadas dão um toque especial a esse desafio.

“Nesse final de semana eu vou para Bahia com o Fernando Raia, participar de uma competição em dupla. Serão dois dias de provas, 62 km em um dia e 100 km no outro. Estamos com uma expectativa muito boa. O Marcelo Crestani e o filho dele também em duplas e a Aparecida, também vão participar. É uma competição individual, mas como em outubro vamos participar do Brasil Ride que é considerada uma das piores do Brasil, optamos por fazer essa juntos para irmos nos conhecendo e treinar juntos. Nessa competição [Brasil Ride] estará os melhores atletas do Brasil e do mundo”, disse, salientando que o Brasil Ride será realizado também na Bahia em outubro.

Franciele Almeida aproveitou para agradecer aos patrocinadores que incentivam sua caminhada no Mountain Bike. “Patrocínio é complicado porque nem todos veem que a gente leva o nome, mas graças a Deus eu tenho os meus patrocinadores que acreditam, que ajudam, tenho sempre que agradecer a eles. Tenho a Bike Shop que cuida da minha bicicleta, a Jet Master, Neo Pilates, Supleforce, Supermercado Polo Centro, Derma Laser, Brescovit Cerimonial e Eventos, Sempre Viva e muitos outros. Eu digo que Bike é um remédio muito bom. Eu sou prova disso, procurei a bicicleta para sair do sedentarismo e não imaginava chegar onde eu cheguei”, concluiu, incentivando outras pessoas a praticarem esportes.

​Ciclismo: competidores de Tangará participarão de prova na Bahia neste fim de semana