22/03/2017 13:52

Quantidade de visualizações: 343

Rádio Pioneira com AgroOlhar

A JBS suspendeu a compra de gado nas unidades de Araputanga e Pontes e Lacerda, em Mato Grosso. A questão foi destacada nesta terça-feira, pelo deputado estadual Wancley Carvalho (PV) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). A JBS possui no Estado hoje 11 unidades frigoríficas em operação, além de uma da Seara e outras três voltadas para couro.

Segundo o deputado mato-grossense, a suspensão seria uma medida de precaução diante a operação "Carne Fraca" da Polícia Federal, ao qual a JBS estaria envolvida, bem como a instabilidade do mercado.

Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino comercial do Brasil com mais de 30 milhões de cabeças e um abate anual de aproximadamente 4,5 milhões de cabeças de gado. Hoje, em torno de 24 frigoríficos com Selo de Inspeção Federal (SIF) em atividades, conforme o Sindicato Das Indústrias de Frigoríficos do Estado de Mato Grosso (Sindifrigo-MT).


Na avaliação de Wancley Carvalho consequências da ação da Polícia Federal, realizada em sete Estados (São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás), já são sentidas em Mato Grosso.

"Essa operação dá um duro golpe num dos principais setores que movem a engrenagem econômica de Mato Grosso. Somente em minha região, duas grandes unidades já suspenderam compra de animais", disse Wancley.

O deputado estadual, apesar dos prejuízos que estão surgindo, destaca que a investigação e a operação são necessárias para manter a credibilidade da carne brasileira, porém ressalta que os efeitos podem colocar em risco a base de sustentação econômica do estado. "A decisão da suspensão de compra por parte de alguns países já começa afetar diretamente a produção mato-grossense. Além disso, podemos ter um impacto negativo no mercado interno".

Outro lado

A reportagem entrou em contato com a JBS e por meio de nota a multinacional "informa que está operando seu abate conforme o previsto nesta semana. A companhia esclarece, no entanto, que está avaliando o mercado e irá adotar as medidas necessárias para adequação do volume de produção à demanda de mercado".

A JBS em Mato Grosso está presente e operando com a divisão JBS Carnes nos municípios de Água Boa, Alta Floresta, Araputanga, Barra do Garças, Colíder, Confresa, Diamantino, Juara, Juína, Pedra Preta e Pontes e Lacerda.

Já com a divisão JBS Couros opera em Barra do Garças, Pedra Preta e Colíder.

No município de Tangará da Serra a empresa está presente com frigorífico de aves.