02/01/2017 13:31

Quantidade de visualizações: 343

Marlenne Maria - da Redação

O ano foi importante para o setor na avaliação do Secretário Municipal de Agricultura, Ander Santos. Os avanços foram registrados, por exemplo, na distribuição de patrulhas mecanizadas e implementação das que estavam já com os produtores e em outros aspectos.

Ele destacou em entrevista à Rádio Pioneira a Pecuária Leiteira que neste ano ganhou com a inseminação artificial e repasse de touros, visando melhorar a genética do gado.

Entre os melhoramentos, o Secretário citou o lançamento de uma nova cultivar de banana, realizado recentemente em um Dia de Campo. “Esta nova cultivar de banana que é livre de pragas e doenças. Com isso, propiciamos ao produtor uma melhor rentabilidade nesta cultura”, destacou.

Fruticultura

Ainda se referindo à Fruticultura, Ander anunciou para 2017 o lançamento de duas cultivares em parceria com o laboratório de melhoramento genético da UNEMAT: uma de abacaxi e outra de maracujá. “É um avanço na fruticultura que queremos deixar à disposição dos produtores.

Segundo Ander, a fruticultura é muito importante para a economia local, mas precisa de suporte para ser efetivamente lucrativa. “É importante para Tangará da Serra, porém, pouco explorada, em função das dificuldades técnicas. Temos toda a logística por estarmos próximos de Cuiabá e temos muita água. Mas, não temos a cultura implantada e solidificada no município”.

EMPAER e UNEMAT

O fortalecimento destes dois órgãos, segundo Ander Santos, é fundamental para alcançar o aporte de técnica e tecnologia na agricultura familiar. “Temos que contar com este apoio da EMPAER e da UNEMAT. Sem a EMPAER fortalecida não conseguiremos avançar em qualquer aspecto dentro das cadeias produtivas que envolvem a agricultura familiar. Nossa luta em 2017 será pelo revigoramento da EMPAER e a implementação da nossa parceria com a UNEMAT. O Estado tem que olhar com bons olhos e aprimorar cada vez mais estes dois órgãos. O Município não consegue avançar sem estes dois parceiros para na agricultura familiar em Tangará da Serra”.

Feira da Vila Alta

Uma obra que está parada há bastante tempo e vem sendo muito cobrada é a da Feira da Vila Alta. Segundo o Secretário o reinício se dará em janeiro. “Acertamos com o Governo do Estado e o Município fez a suplementação. Com a parte jurídica sendo atendida, retomaremos a obra no ano que vem”, disse Ander, ressaltando que o termo aditivo já foi assinado e a expectativa para a conclusão da pavimentação interna e externa do espaço é de 60 dias.

Expectativas para 2017

Ander afirmou que 2016 é um ano que ficará marcado na nossa história na Agricultura Familiar, em virtude do registro de perdas de políticas públicas. “Mas o homem do campo levanta cedo todos os dias e vai à luta em busca de dias melhores. Esperamos que 2017 venha com muita saúde e paz e que a agricultura familiar possa se fortalecer cada vez mais”, finalizou.

Agricultura familiar registrou avanços em 2016 em Tangará da SerraAgricultura familiar registrou avanços em 2016 em Tangará da Serra