28/12/2016 07:32

Quantidade de visualizações: 240

Aline Schwaab com Heverton Luiz

Em entrevista à Rádio Pioneira, o Bioquímico da UNITAN, Pedro Henrique Barbosa de Souza, fez um balanço positivo do ano de 2016 com relação aos trabalhos realizados na unidade.

O Bioquímico destacou que apesar das ocorrências registradas durante o ano, foi possível manter o estoque estável. “Por enquanto o estoque encontra-se regular, mas lembramos que final de ano é um período em que normalmente as pessoas costumam viajar muito e infelizmente por conta das chuvas e buracos nas estradas, sempre acontecem acidentes. Então é sempre bom reforçar que antes de viajar, passem aqui no banco de sangue para fazer uma doação. Foi um ano positivo, deu para suprir a demanda. O pessoal de Tangará é bem solidário, continua ajudando e fizemos diversas campanhas em para manter as doações regulares”.

Existem alguns requisitos para que uma pessoa possa doar sangue. “Tem que ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores devem estar acompanhados de um responsável. Deve estar bem alimentado, não pode estar em jejum. Bem de saúde, não pode estar fazendo tratamento médico, odontológico, usando medicações. Devem trazer os Documento de Identidade e CPF. Vai fazer uma ficha de cadastro e passar por uma triagem clínica, por uma triagem hematológica e se corresponder com o perfil do doador, já faz a doação. Doa-se mais ou menos 450 ml de sangue. Esse sangue será analisado e após 30 dias pode vir aqui no balcão pegar o resultado”, salientou Pedro.