24/12/2016 07:47

Quantidade de visualizações: 118

Aline Schwaab com Heverton Luiz

Hélio Clementino - Secretário Municipal de Planejamento de Tangará da Serra

O Secretário Municipal de Planejamento de Tangará da Serra, Hélio Clementino, e, entrevista concedida à Rádio Pioneira fez um balando dos trabalhos da Seplan no ano de 2016.

O Secretário destacou que o ano foi bastante positivo para a gestão. “O ano de 2016 foi bastante satisfatório para nós. Podemos destacar que este ano a Prefeitura de Tangara da Serra foi destaque no PDE que é o Planejamento Estratégico, ficamos entre os três melhores municípios do Estado. Ou seja, o nosso modelo de gestão é voltado para uma excelência, existem indicadores que norteiam as nossas ações. Fomos case de sucesso apontados pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso”.

Clementino salientou também a importância da SEPLAN dentro da estrutura organizacional do município. “Aqui conosco estão o Departamento de Orçamento que é uma assessoria que cuida de todo o orçamento do município, a elaboração das peças orçamentárias é de nossa responsabilidade: o PPA, LDO e LOA. Tem o Departamento de Desenvolvimento Urbano que lida com todas as questões urbanísticas do município: alvará, plano diretor, certidão de desocupação de solo e outras. E temos também o Departamento de Subprojetos que é o nosso quadro de engenharias, responsável por elaborar os projetos de engenharia das obras executadas pelo município. Temos também a assessoria que faz a capitação de recursos externos que vêm do Governo Federal para o município, além de obras que é um sistema onde oferecemos informações sobre obras públicas. Temos também o planejamento estratégico que é o nosso PDE e outras ações também que são desenvolvidas na Secretaria”.

Entre as ações realizadas pela Secretaria neste ano, Clementino destacou o Abairramento. “Uma ação muito importante foi a implantação do Plano Diretor, o novo abairramento que surgiu a partir disto e que organizou espacialmente os loteamentos em novos bairros. Para a política de organização e planejamento urbano era um instrumento necessário que precisava ser feito. No que diz respeito ao Departamento de Desenvolvimento Urbano, nós mudamos a política de aprovação dos alvarás de construção. Estabelecemos uma política nova que diminuiu tranquilamente de 10% a 20% o tempo de análise”.

Outro destaque, de acordo com o Secretário, foi a conclusão das obras e inauguração do Hospital Municipal. “Nosso Departamento de Engenharia foi responsável em acompanhar a obra do Hospital Municipal que era um anseio antigo do município, haja vista que estava parada desde 2008. Um hospital com mais de 4 mil m² e investimento de mais de 7 milhões de reais com recursos próprios do município. Essa foi uma obra marcante na gestão do Prefeito Fábio Martins Junqueira na responsabilidade da Secretaria de Planejamento”.

Em relação aos recursos recebidos do Governo Federal, o secretário comentou que apesar da crise financeira vivenciada pelo país, Tangará da Serra tem conseguido uma boa estratégia de capitação. “Nós somos um dos municípios mais eficientes do Estado de Mato Grosso. Apesar do Governo Federal estar com dificuldades no aporte de recursos financeiros, o município tem recebido esses recursos em um volume importante que tem possibilitado a realização de obras de pavimentação e outras”.

Para 2017, uma das metas da Secretaria de Planejamento é diminuir o uso dos papéis com a implantação de recursos virtuais e aquisição de recursos financeiros para conclusões de obras.

“Temos ações que já estamos em conversação com nossos técnicos. A nossa proposta é que o processo de entrada dos projetos passe a ser todo virtual para que o cidadão não precise vir aqui protocolar seus projetos arquitetônicos de engenharia. Queremos também parar de usar papeis, de forma que toda a tramitação seja digital e não em papeis. Em termos orçamentários, temos um orçamento de aproximadamente 275 milhões de reais para 2017. Um orçamento importante para o município de Tangará da Serra. Enviamos algumas propostas para o Sistema de Capitação de Recursos e estamos aguardando uma análise do Ministério das Cidades, se formos contemplados teremos um impacto muito grande no município com obras públicas, haja vista que entendemos que é necessário”, destacou o Secretário Hélio Clementino.