22/12/2016 14:03

Quantidade de visualizações: 681

Aline Schwaab com Heverton Luiz

Em entrevista à Rádio Pioneira o diretor da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT, Prof. Anderson Fernandes, fez um balanço positivo do ano de 2016 para a instituição.

Para o Prof., as construções realizadas no campus durante o ano resumem o progresso da instituição. “Se eu pudesse sistematizar em uma palavra este ano, seria: construções. Não só construções no âmbito pedagógico, da formação dos nossos acadêmicos, não só construções do ponto de vista do conhecimento de uma forma geral no aspecto da pesquisa, não só do fortalecimento da relação entre a sociedade e a Unemat por meio dos nossos projetos de extensão, não só construções neste âmbito, mas também construções de ordem física. Talvez nós tenhamos experimentado aqui no Campus este ano, algo sem precedentes até então”.

O campus de Tangará, de acordo com o diretor, passa atualmente por reformas e construções de ampliação e melhoria nas instalações. “Temos em termos de execução, quatro grandes obras sendo realizadas atualmente aqui no Campus: construção de salas de aula, de um Centro de Geoprocessamento, de um Centro de Comunicação e Popularização da Ciência, de um Centro Integrado de Pesquisa no Cerrado e sua ampliação. Para termos uma ideia, essas construções vão ampliar o nosso campus em 15%. Isso é um marco aqui dentro do campus, haja vista que nunca antes tivemos uma ampliação dessa magnitude. Se eu tivesse que resumir o ano de 2016 eu colocaria na conta das construções de ordem física. Ainda esse ano, enquanto realizações, iniciamos uma reforma de ordem lógica, ou seja, de internet sem fio, com Wi-Fi à toda a comunidade acadêmica. Nesta última semana a gente fez cerca de 90% de aquisição para a reforma lógica do nosso campus que vai abranger toda a estrutura já construída e aquela que ainda vai ser construída”, disse.

E para o próximo ano, a expectativa é que mais obras sejam realizadas, entre elas a reforma da rede elétrica do prédio. “Temos metas para o ano que vem. Após passado esse momento de grandes construções e ampliações do espaço físico, nós precisamos ter pelo menos três metas para o ano que vem. A primeira é a aquisição da área experimental. Todo o entorno do campus atualmente, nós utilizamos por meio de locação desta área, a gente precisa fazer a aquisição. Tem sinalizações do Governo que nos indicam e nos dão aporte financeiro para fazer a aquisição dessa área. Ela é de urgência extrema para nós, não temos como expandir mais senão fizermos a aquisição dessa área. Paralelo a isso, precisamos fazer uma grande reforma elétrica aqui no campus. O campus foi crescendo de uma forma na qual todas as construções novas são amparadas pelas construções antigas, no que diz respeito à rede elétrica. Então o campus precisa passar por essa reforma. A terceira meta, com o avançar do curso de Engenharia Civil e com a chegada do curso de Jornalismo, nós precisamos também ter uma atenção maior às salas de aula, então temos a previsão de construção de pelo menos dois blocos de três salas de aula cada, totalizando seis salas de aula, para esses dois cursos. Em termos de realização são essas e em termo de metas, aquisição da área experimental, reforma elétrica e construção de salas de aula”.

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia

A UNEMAT de Tangará da Serra oferecerá a partir de 2017 o Mestrado Profissional em Ensino de Biologia. O resultado da proposta foi divulgado na quarta-feira (07.12) pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

“Na semana passada tivemos uma grande felicidade com a notícia da aprovação de mais um Mestrado para o nosso campus. Teremos a partir do ano que vem também um Mestrado na área da Ciências Biológicas. Venho aqui parabenizar todo o corpo docente do curso de Ciências Biológicas que tem habilitação, teve um currículo suficiente para fazer a proposta do mestrado nessa área e o aprova-lo. Mais uma opção de formação continuada com qualidade”, afirmou o diretor.

Calendário Acadêmico

O diretor do campus aproveitou ainda para falar sobre o calendário acadêmico que teve alteração devido à greve dos servidores. “Por conta da greve realizada esse ano, o calendário acadêmico ficou descompassado. Estamos no terço final do semestre 2016/2, então no dia 9 de janeiro voltaremos ainda desenvolvendo atividades desse semestre. O semestre 2016/2 vai terminar no dia 02 de março. Entramos em férias e no dia 03 de abril iniciamos o semestre 2017/1 que terminará por volta de agosto do ano que vem. Nós ainda estamos tendo aula para repor os dias perdidos no período da greve”.

O campus de Tangará da Serra, de acordo com Prof. Anderson, conta atualmente com cerca de 2200 acadêmicos. “A cada semestre a gente deve ampliar uma turma a mais por conta do curso de Jornalismo. Enquanto instituição nós reforçamos a missão que nós temos em realizar uma formação de mão-de-obra qualificada e depositar essa formação no mercado de trabalho. Enquanto munícipes de Tangará da Serra, nós não medimos esforços para retornar, para dar satisfação à sociedade. Todo o ano nós depositamos por volta de 300 acadêmicos das mais diversas áreas, bem formados, de forma gratuita, mas muito bem formados. Continuaremos a realizar essa missão com uma melhoria da sociedade de forma geral”, concluiu o diretor.

Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor Unemat Tangará: ampliação do campus é ponto positivo em 2016, segundo diretor