21/12/2016 07:46

Quantidade de visualizações: 219

Aline Schwaab com Heverton Luiz

A informação foi repassada à Pioneira pelo médico veterinário do INDEA de Tangará da Serra, Nelson Vicentin.

De acordo com Nelson, a vacinação foi positiva em Tangará da Serra, mas alguns proprietários ainda não fizeram a comunicação. “Primeiramente a vacinação foi muito boa, tivemos um índice de vacinação muito bom com mais de 99% do rebanho vacinado e comunicado, então foi bem satisfatório. Porém existem ainda 36 propriedades sem o registro de vacinação”.

Esses produtores devem procurar a sede do INDEA e comunicar a vacinação para não gerar o bloqueio da Guia de Trânsito Animal por 30 dias ou mais. “A gente está atrás desses proprietários para saber se foi realizada ou não a vacinação. Se foi realizada, é só eles trazerem a nota fiscal no Indea e comunicar. Quem vacinou e ainda não comunicou, pode trazer, que apenas vai gerar um bloqueio na Guia de 30 dias, sem multa”, disse.

Nelson Vicentin destacou ainda que Tangará da Serra tem um saldo positivo com 99,69% do rebanho vacinado. “Números muito positivos para Tangará da Serra. São mais de 296 mil cabeças vacinadas e mais de 1200 produtores que comunicaram. Estamos bem felizes. Os produtores estão bem conscientes da importância da vacinação e significa que o Estado está protegido”.

Brucelose

A etapa de vacinação contra Brucelose encerra no mês de dezembro. “Tem que comprar a vacina e vacinar até dia 31 e comunicar até o dia 10 de janeiro. A gente espera que os produtores que têm bezerras de 0 a 8 meses vacinem e comuniquem dentro do prazo”, salientou o médico veterinário.