11/12/2016 07:38

Quantidade de visualizações: 137

Aline Schwaab com Heverton Luiz

Fotos: Heverton Luiz

O evento Diálogos Mais Médicos e Atenção Primária de Saúde (APS) na gestão municipal para a Atenção à Saúde foi realizado nesta sexta-feira (09) em Tangará da Serra, a partir de uma parceria entre a Unemat e a Secretaria Municipal de Saúde, através de uma pesquisa coordenada pelo professor da Unemat, Josué Souza Gleriano, mestre em Saúde Coletiva.

De acordo com o Prof., esse foi o primeiro ciclo de debate da política que avalia a inserção desse programa no município de Tangará da Serra. “Esse evento dialoga sobre o programa Mais Médicos em Tangará da Serra, mas também faz luz à atual conjuntura política e econômica que o estado está passando. A defesa do sistema único de saúde cada vez mais público e com público de direito público e não de interesse privado. A ameaça de retirada desse programa e de diminuição desse programa também é um discurso. Primeiro o evento faz um olhar da gestão: como a gestão viu que Tangará da Serra cresceu, a sua expansão territorial de saúde da família e como essa expansão se deu através de produção de serviços e melhor qualidade de assistência à população. Hoje nós estamos com quase 100% de cobertura de atenção primária no município e isso significa uma quantidade de acesso muito forte, coisa que não existia antigamente em Tangará”.

Prof. Josué Gleriano destacou ainda que diante da proposta de fim do Programa Mais Médicos no país, a discussão se faz necessária em defesa desse sistema de saúde. “A pesquisa trabalha durante três anos. Nenhum programa tão inicial e novo como é o Programa Mais Médicos pode ser avaliado tão rapidamente, isso pode ser um erro. Então a gente quer entender como a gestão está olhando o programa e a partir da gestão nós estamos monitorando os indivíduos, a sociedade, os profissionais a gestão para que daqui a três anos apresentar uma avaliação do município”.

O Secretário Municipal de Saúde de Tangará da Serra, Itamar Bonfim, destacou a importância do Programa Mais Médicos no município que conta atualmente com 21 profissionais. “Ainda há uma certa preocupação porque não sabemos como vai ficar o futuro desses médicos. Comenta-se muito, a nível federal, que será extinto o programa, que os médicos voltarão para Cuba, haja vista que a maioria deles são cubanos. Então a gente se preocupa e é o momento de fazer esse debate porque o Mais Médicos trouxe uma nova visão de saúde pública, de estratégia de saúde da família com muito mais olhar para o cidadão, troca de experiência e saber, principalmente, ouvir esse cidadão. É um diálogo muito bacana que a Unemat está propondo em parceria com a Secretaria de Saúde”.

Bonfim salientou ainda que a proposta é discutir e mostrar a eficácia do programa que atende milhares de pessoas. “Nós aqui no Mato Grosso somos o município com o maior número de profissionais do programa mais médicos e do PROVAB, então é uma discussão onde temos a oportunidade de falar os avanços e o que nós queremos propor para o futuro. Isso é muito importante para que a gente possa mostrar para a Secretaria Estadual de Saúde e para o Ministério da Saúde que nós queremos continuar com esse programa. Hoje, em Tangará da Serra, temos 21 profissionais do Mais Médicos e 04 do PROVAB que também é um programa muito importante”.

Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará Programa Mais Médicos é tema de evento em Tangará