24/02/2014 16:42

Feirantes da Vila Alta enfrentaram neste sábado um dia chuvoso de trabalho. Os agricultores que precisam conviver com a falta de estrutura do local, já não aguentam mais as promessas por parte do Poder Público em relação à cobertura da Feira, que até então ainda não saiu do papel.


Na tarde de hoje [sábado] nossa reportagem foi até o local e conferiu de perto o sofrimento dos feirantes que mesmo debaixo de chuva não deixaram de expor seus produtos, que na maioria das vezes é a única fonte de renda da família.


“Os feirantes estão sofrendo mais uma vez e isso acontece ano após ano. A dificuldade é no tempo de chuva e no tempo da seca”, lamentou o presidente da Associação dos Feirantes da Vila Alta, José Miranda. De acordo com ele, a Feira existe no local há 17 anos. “Depois de muita promessa, entra e sai de prefeito, a obra foi licitada. Inclusive participei de uma reunião que o governador disse em palanque e a afirmação foi confirmada pelo prefeito Fábio, que a obra iniciaria em fevereiro”, comentou.


Ele frisou que não sabe o motivo da obra não ter iniciado, mas alegou que uma das desculpas, pode ser a chuva. “Mesmo com esse tempo, os clientes estacionam seus carros, pegam o guarda – chuva e vem comprar nossos produtos, o que mostra que nossa feira é forte”, afirma Miranda, destacando que isso reforça a ideia de que a cobertura tem que acontecer.